(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Indústria de Anápolis é destaque

Economia Comentários 08 de janeiro de 2010


Segundo maior município em geração de riquezas no Estado de Goiás - conforme o estudo do PIB (Produto Interno Bruto) de 2007, realizado pela Superintendência de Estatística, Pesquisa e Informação, órgão ligado à Secretaria Estadual de Planejamento – Anápolis se reafirma como importante pólo industrial.
De acordo com a Seplan, o PIB dos Municípios é calculado sob metodologia uniforme para todas as Unidades da Federação, sendo objeto da estatística a análise de três grandes setores econômicos: agropecuária, indústria e serviços.
Em relação à indústria, os dados revelam que o município só perde para Goiânia, em relação à contribuição para o Valor Adicionado (VA). A capital tem uma participação de 17,43% da industria estadual, enquanto que a participação de Anápolis ficou em 8,75%. O setor industrial contribui com 37,27% do VA Municipal, “com concentração de indústrias ligadas ao ramo farmacêutico, produção de adubos, produtos alimentícios, embalagens e metalurgia”, aponta o levantamento.
Ainda de acordo com a Seplan, em 2007, foi registrado aumento no faturamento das empresas do segmento de medicamentos genéricos. Também contribuiu para a elevação do faturamento da indústria local, a instalação da montadora de veículos da marca sul coreana Hyundai.
O PIB de Goiás atingiu o valor de R$ 65,210 bilhões, com acréscimo de R$ 8,153 bilhões naquele em relação a 2006, sendo o maior volume apurado desde o início da série, em 2002. A participação de Goiás no PIB nacional, que era de 2,41% em 2006 passou para 2,45% no ano de 2007. Os dez municípios mais bem posicionados no ranking de participação dos municípios na composição do PIB goiano foram responsáveis por 60,17% da riqueza gerada no Estado.

Municípios que mais contribuem com o PIB de Goiás

1. Goiânia - 27,40%
2. Anápolis - 7,18%
3. Rio Verde - 4,73%
4. Aparecida de Goiânia - 4,73%
5. Catalão - 4,46%
6. Senador Canedo - 3,12%
7. Luziânia - 2,50%
8. Itumbiara - 2,36%
9. Jataí - 2,04%
10. São Simão - 1,66%

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...