(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Inadimplência aumenta com o desemprego e crise econômica

Geral Comentários 24 de maro de 2016

Em fevereiro, o índice de inadimplência chegou a 8,07% nas compras a crediário e a 11,35% nos negócios para pagamento com cheques


A crise econômica, agravada com o aumento dos índices de desemprego, provoca um acentuado crescimento da inadimplência no comércio varejista de Anápolis. É o que aponta a última estatística divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas, através do seu Serviço de Proteção ao Crédito com dados sobre consultas que os lojistas associados fazem ao SPC antes de fechar seus negócios, sobre o registro de consumidores que deixaram de pagar em dia as dívidas assumidas no comércio. A pesquisa atinge, também, pessoas que acertaram seus débitos em atraso e voltaram a ter direito de fazer suas compras no crediário ou com cheques pré-datados, depois de saírem da lista negra de maus pagadores.
De acordo com o último levantamento do SPC, 2016 começou com uma inadimplência com alta em janeiro nas compras a crediário, situação que foi mantida em fevereiro com um aumento de 8,07% em relação ao primeiro mês do ano. No entanto, em relação a fevereiro do ano passado, houve queda na inadimplência de 0,73%, apenas nas compras no crediário.
Mas, o crescimento da inadimplência se manteve nas compras para pagamento com cheques pré-datados, com um aumento de 11,35% em relação a janeiro e de 7,57 no comparativo com fevereiro do ano passado. Para o diretor do SPC, Janilson Dutra Fonseca o crescimento de registros de consumidores no Serviço de Proteção ao Crédito por atraso no pagamento de contas se deve ao agravamento da crise econômica, com reflexos negativos consideráveis no bolso dos consumidores.
Janilson Dutra acredita que a crise obriga as pessoas a priorizarem suas necessidades essenciais na hora de efetuarem o pagamento de suas contas. “Por isso, elas pagam primeiro os gastos com alimentação; escola; água, energia e transporte”, justifica o diretor do SPC afirmando que está aumentando a inadimplência de gastos contraídos nos festejos de final de ano e janeiro.
Vendas
Segundo Janilson Dutra, a situação é semelhante nas compras a crediário e, também, para pagamento com cheques. “Só depois que pagam suas despesas essenciais é que as pessoas quitam suas outras dívidas, por conta do agravamento de crise econômica e de crescimento do desemprego”, acrescentou, acreditando que este cenário tende a se agravar, caso o Governo não consiga reverter a crise econômica que todo o País está enfrentando.
Apontadas com o melhor indicador para avaliar o comportamento das vendas, as consultas feitas pelos lojistas ao SPC para obter informações sobre seus clientes aumentaram 10,01% em fevereiro, em relação a janeiro e 12.69% quando comparadas com o mesmo mês do ano anterior. “Apesar da crise, este índice de crescimento nas consultas foi muito positivo porque indica que houve aumento nas vendas”, disse Janilson Dutra, lamentando, entretanto, a queda nos cancelamentos de registros de inadimplência no SPC.
De acordo com a estatística, em fevereiro a queda nos cancelamentos de maus pagadores no SP foi 15,52% em relação a janeiro e de 19,71% na comparação com fevereiro do ano passado, nas compras a crediário. Já, nos negócios para pagamento com cheques, a queda nos cancelamentos foi de 7,14% no comparativo com janeiro e de 1,43% em relação a fevereiro de 2015.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Mais de 500 mil empresas são excluídas do Simples Nacional

17/01/2019

Por causa de irregularidades no Simples Nacional, a Receita Federal excluiu 521.018 empresas do programa. Os empresários nã...

INSS divulga calendário de pagamentos para os aposentados

17/01/2019

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% e...

Turismo goiano será incentivado

17/01/2019

A primeira conversa do novo presidente da Goiás Turismo com empresários, secretários de Turismo e presidentes de Conselhos...

Cadastramento para o Passe Livre começa e terá mais fiscalização

17/01/2019

A Secretaria de Governo anunciou, nesta quarta-feira, dia 16, que fará a verificação minuciosa dos cadastros efetuados no ...