(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

HUANA: Problemas são repassados para Conselhos de Saúde

Saúde Comentários 09 de outubro de 2015

Maiores problemas são número reduzido de médicos e verbas insuficientes para atender a demanda do hospital


Em visita técnica ao Hospital de Urgências de Anápolis - HUANA, membros dos conselhos municipal e estadual de saúde conversaram com diretoria da instituição e fizeram uma vistoria no prédio para conhecer de perto os problemas enfrentados pela instituição.


A inspeção aconteceu para atender um pedido do secretário municipal de saúde, Luiz Carlos Teixeira. “O secretário nos solicitou essa visita para que a fundação pudesse apresentar o controle social e apresentar quais são as demandas e dificuldades que o hospital tem tido, para que juntos, possamos dialogar com o governo do estado para acharmos juntos uma solução”, explica o Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Anápolis, Danianne Marinho.


Participaram da reunião, além de Danianne Marinho, membros do conselho municipal de saúde, diretores e coordenadores do HUANA. Segundo o diretor técnico do HUANA, os repasses de verbas não estão sendo feitos pelo Governo Estadual, o que tem gerado atraso no salário dos servidores e descontentamento. Outro problema revelado foi sobre a falta de médicos ortopedistas. Segundo o diretor, já estão sendo abertas novas vagas para a área.


“Nós viemos aqui justamente para isso, para ouvir e entender o que tem acontecido, quais as demandas do hospital, quais as dificuldades e o que tem ocorrido. Queríamos entender de que forma o hospital tem atendido a rede. Agora vamos ver como poderemos contribuir para solucionar os problemas e gargalos do hospital”, explica Danianne Marinho.


O próximo passo agora é conversar com os governos estadual e municipal para saber de que forma estes problemas podem ser solucionados. “Nós vamos dialogar com a gestão estadual e a gestão municipal. São eles que vão dizer qual o caminho a ser tomado”, diz o presidente do conselho municipal de saúde.


Outro problema apontado por Danianne Marinho é que desde que foram abertos alguns hospitais em Goiânia, os médicos estariam migrando para lá e não demonstram interesse em trabalhar no interior. Outras visitas ainda vão ser agendadas em todos os hospitais da cidade. “Queremos visitar todas as unidades de saúde que tem tido dificuldades e discutir com os conselhos para buscar uma alternativa e solucionar esses problemas”, finaliza.

Autor(a): Ana Cláudia Oliveira

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Mudanças no programa Farmácia Popular preocupam vereadores

22/06/2017

O Vereador Antônio Gomide (PT) falou na tribuna, na última segunda-feira, 19, sobre o possível fechamento da Farmácia Pop...

Município anuncia importantes reformulações na área da saúde

15/06/2017

Uma das áreas mais sensíveis da Administração, a pasta da Saúde, tem desafios que extrapolam os limites do Município. P...

Anvisa ouve reivindicações dos laboratórios goianos

15/06/2017

Anápolis recebeu, no último dia 09, a presença do médico sanitarista e epidemiologista, Jarbas Barbosa da Silva Júnior, ...

Projeto atende a quase 800 pacientes que estavam na fila

26/05/2017

Há dois anos, a auxiliar de limpeza, Lídia dos Reis, 38, sentia fortes dores de vesícula. As pedras acumuladas no órgão ...