(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

HPV: Meninas são alvo de campanha nacional

Saúde Comentários 06 de maro de 2015

Este ano além do público feminino na faixa etária de 9 a 11 anos, a vacinação será estendida às portadoras de HIV entre 9 e 26 anos de idade


Teve início na última terça-feira, 03, a Campanha Nacional de Vacinação contra o HPV. Neste ano, a oferta da vacina será ampliada para as meninas de 9 a 11 anos de idade. As portadoras de HIV, que estão na faixa etária dos 9 aos 26 anos, também podem receber a vacina, que passa a ser oferecida em todas as unidades básicas de saúde, escolas e centros de referência. A meta é vacinar 155 mil mulheres em Goiás.
Segundo a gerente de Imunizações e Rede de Frio da Secretaria da Saúde, Clécia Vecci, a vacinação, em conjunto com as atuais ações para rastreamento do câncer de colo de útero, possibilitará uma prevenção mais eficiente nas próximas décadas. O HPV está associado ao desenvolvimento do câncer de colo de útero, que é considerado a terceira principal causa de morte por neoplasias na população feminina, vitimando fatalmente mais de 5.200 pessoas por ano.
A vacinação das adolescentes ocorrerá sem necessidade de autorização ou acompanhamento dos pais ou responsáveis. Na vacinação em escolas, caso o pai ou responsável não autorize a vacinação, orienta-se que assine e encaminhe à escola o “Termo de recusa de vacinação contra HPV”.
A vacina HPV quadrivalente foi incluída na rotina do Sistema Único de Saúde (SUS), no Calendário Nacional de Vacinação, em primeiro março de 2014 para meninas de 11 a 13 anos de idade com primeira dose, e em 1º de setembro de 2014, foi ofertada a segunda dose. Goiás alcançou cobertura vacinal na primeira dose de 104 % e 50 % na segunda dose.

Mulheres com HIV
Esta população foi incorporada como prioritária, considerando que as complicações decorrentes do HPV ocorrem com mais frequência em pacientes portadores de HIV e da síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids). Esta indicação é reforçada com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Comitê Técnico Assessor de Imunizações (CTAI) do Programa Nacional de Imunizações (PNI), visto que a vacina é uma medida de prevenção primária que proporcionará maior proteção à infecção pelo HPV.
Para mulheres vivendo com HIV, há necessidade de apresentar prescrição médica. A vacina estará disponível em todas as salas de vacinação, mas preferencialmente nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie) – Hospital Materno Infantil (HMI), Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e Hospital das Clínicas (HC); Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviço de Atendimento Especializado em DST/Aids.

A doença
O HPV apresenta mais de 200 genótipos diferentes, sendo 12 deles considerados oncogênicos e associados a neoplasias malignas do trato genital, enquanto os demais subtipos virais estão relacionados a verrugas genitais e cutâneas. A principal forma de transmissão do HPV é por via sexual, que inclui contato oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital e também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto.
Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença. Em relação ao câncer de colo do útero, estudos apontam que 270 mil mulheres, no mundo, morrem devido à doença. Neste ano, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 15 mil novos casos e cerca de 4.800 mortes.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Faculdade promove campanha educativa

24/11/2017

Em novembro, a Faculdade Fama realiza uma ação, em parceria com a Prefeitura de Anápolis e apoio de empresas, voltada para...

Nova força-tarefa para combater a dengue, zika e chikungunya

16/11/2017

Durante solenidade realizada no Teatro Municipal, na última terça-feira,14, o Prefeito Roberto Naves reuniu dezenas de repr...

Dengue - Redução de casos economiza R$ 3,6 mi

09/11/2017

Com a chegada do período chuvoso, a Prefeitura de Anápolis volta a intensificar os cuidados com a dengue, chikungunya e zik...

Anápolis vai sediar campanha para doação de medula óssea

03/11/2017

Jovens e mães, Eva e Karise são duas amigas que enfrentam o mesmo problema: a leucemia. Eva Araújo, ex-servidora da Prefei...