(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Hospital Dia serve de referência para tratamento de transtornos mentais

Cidade Comentários 07 de junho de 2018

Unidade desempenha um papel importante no sistema de saúde mental, no tratamento voluntário e com interação com a família


“Aqui é um cantinho do céu, quem vem não quer sair”. A afirmação é da paciente do Hospital Dia, Maria Rosa. O nome é fictício, mas a sua história é comovente e verdadeira. Já faz um bom tempo que ela chegou na unidade, depois de passar por uma crise de depressão profunda que quase a levou ao suicídio. Hoje, embora ainda careça de acompanhamento profissional, ela tem uma cabeça tranquila, lúcida e o sorriso tomou-lhe novamente a face. Mas, as marcas em seu rosto demonstram que manter a chama da vida e retomar a esperança não foi nada fácil.
Assim como Maria Rosa, cerca de 70 a 80 pacientes com vários tipos de doenças e transtornos mentais encontram-se acolhidos no Hospital Dia. Anos atrás, segundo os diretores Maurício Candiotto Guimarães e Marcelo Lúcius Pereira Gomes, a unidade funcionava como um hospital 24 horas, sendo dirigido por um dos pioneiros da psquiatria em Anápolis, o Dr. Neiron, muito conhecido da população.
A partir de 1993 aos dias atuais, o hospital (então chamado Instituto de Psquiatria Professor Wassily Chuc) deixou de realizar a internação integral, moldando-se ao sistema que foi configurado naquela década pela reforma psiquiátrica, que foi consagrada apenas em 2001, com o advernto da Lei Federal 10.216, que instituiu um redirecionamento à assistência em saúde mental no País, sendo que, neste entremeio, surgiram as normas regulamentando a implantação dos serviços de atenção diária (CAPs, NAPs e Hospitais-Dia).
Para quem ainda não conhece, o Hospital Dia de Anápolis está localizado na Avenida Engenheiro Portela, na região Central, quase no início da Vila Góis. A fachada do prédio é simples. Do lado de dentro, funcionam a recepção; consultórios; salas de eletrocardiograma e encefalograma; banheiros com adptação para portadores de deficiência física; dentre outras instações.
Na parte interna estão os abrigos, onde os pacientes permanecem no período que vai das 8 às 16 horas. Lá, eles recebem atendimento de uma equipe multiprofissional com médicos, enfermeiros, assistente social, psicólogo, psicoterapeuta e, também, a assistência farmacêutica. Durante a semana, conforme explica o médico Maurício Candiotto, além de todo este acompanhamento, os pacientes recebem refeições e a medicação prescrita. No sábado e no domingo, os pacientes ficam somente aos cuidados dos familiares, sendo de responsabilidade dos mesmos a continuidade da medicação, que é fundamnetal para o êxito do tratamento, conforme avalia o médico Maurício Candiototo.
Para o diretor do Hospital Dia, um dos principais diferenciais da unidade é justamente esse, ou seja, criar um elo para que o paciente tenha o apoio da família no seu tratamento e que ele próprio tenha consciência da importância de usar a medicação na forma adequada. Maurício Candiotto observa que não há um período específico para a manutenção do paciente no tratamento. Isso variaconforme cada casos. E há muitos deles que são complexos, como o de um homem que veio do Rio de Janeiro, chegou a ser agredido quendo estava na rua e, agora, está recebendo o cuidado necessário. Outro ponto é que, no Hospital Dia, as internações são voluntárias, isto é, quando a própria pessoa busca ajuda ou é encaminhada pela família.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Cidade

Escoteiros têm direito a sede no Parque da Matinha

16/11/2018

“Agora temos a nossa identidade”. Este é o sentimento do presidente do Grupo Escoteiro Bernardo Sayão, Mário Fernandes...

Prefeitura faz lançamento do Espaço da Oportunidade

16/11/2018

Uma casa que estava totalmente abandonada, inutilizada há anos e agora, após uma reforma, nela começa a funcionar um proje...

Casamento comunitário com 345 casais

16/11/2018

Neste sábado, 17, 345 casais dirão o tão esperado “sim” durante a Cerimônia Civil do Casamento Comunitário, promovid...

Município e PM firmam parceria para o combate à criminalidade na região de Anápolis

16/11/2018

A Prefeitura de Anápolis e a Polícia Militar do Estado de Goiás lançaram a Força Tática, uma nova unidade para o polici...