(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Hospital de Urgências vai dobrar de tamanho

Saúde Comentários 06 de dezembro de 2013

Recursos estão disponíveis no Governo do Estado e já começaram a ser repassados


O Governador Marconi Perillo confirmou, pessoalmente, que o projeto de ampliação do Hospital de Urgências “Doutor Henrique Santillo”, em Anápolis, vai ter andamento normal a partir de agora. Segundo o Chefe do Executivo Estadual, havia uma pendência na ordem de R$ 32 milhões que o Governo deve à Fundação de Assistência Social (FASA) administradora do Hospital, oriunda da administração anterior e que começou a ser regatada recentemente. Marconi disse que R$ 3 milhões já foram destinados para o resgate desta dívida e que, com tais recursos, vai ser possível trabalhar a ampliação do Hospital. Inaugurada em agosto de 2005, a Unidade de Saúde é um projeto piloto de excelência no Estado de Goiás em assistência médica e hospitalar de emergência e urgência. Tem capacidade para atender, até, 400 pacientes diariamente pelo Sistema Único de Saúde - SUS, nas especialidades de: cirurgia geral; traumo-ortopedia; radiologia; neurocirurgia; clínica médica; buco-maxilo, vascular e anestesiologia.
Operando com capacidade total desde a sua inauguração, o Hospital de Urgências “Doutor Henrique Santillo” oferece 84 leitos, com atendimento de alto padrão. Tem centros cirúrgicos de excelente nível e uma equipe multidisciplinar que assegura tratamento de todo e qualquer tipo de urgência e de emergência. O grande problema é que a instituição recebe uma demanda muito além do que oferece em termos de abrigo para pacientes que provêm de Anápolis, de dezenas de cidades localizadas na região de influência e, até, de outros estados.
Antes de sua inauguração, pacientes com esse perfil, passavam por Anápolis com destino a Goiânia, em busca de atendimento nos hospitais de lá. Com isso, agravava-se a superlotação dos estabelecimentos da Capital. Desde que foi entregue, o Hospital de Urgências de Anápolis serve como uma espécie de contenção para o movimento de pacientes graves enviados de comunidades desprovidas de uma melhor estrutura para casos semelhantes.
O projeto
De acordo com a Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (AGETOP) os projeto de ampliação do Hospital de Urgências de Anápolis está praticamente definido e ele contará, pelo menos, com mais 81 leitos, ou seja, praticamente dobrará sua capacidade. O anúncio de sua ampliação foi feito na quarta-feira, 04, em Goiânia, quando da entrega de um cheque de R$ 100 mil, doados pelo cantor Leonardo à Santa Casa de Misericórdia de Anápolis. O dinheiro é proveniente de um cachê que o artista recebeu por participar de uma campanha publicitária sobre o Aniversário da Capital do Estado, bancada pelo Governo de Goiás. A solenidade aconteceu no Palácio das Esmeraldas, com a presença da médica e freira Maria da Glória (Irmã Rita Cecília) que coordena tanto a Santa Casa, quanto o Hospital de Urgências de Anápolis. Marconi Perillo disse estar convicto de que as obras de ampliação do Hospital sejam iniciadas em curto espaço de tempo. Esta ampliação, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, vai permitir um maior desafogo, ainda, no atendimento feito em Goiânia e dará mais agilidade e presteza no serviço de assistência médico/hospitalar a pessoas com problemas graves de saúde.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Saúde realiza vacinação contra a gripe até dia 26 de maio

19/04/2017

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou na última segunda-feira, 17, e as vacinas estão disponívei...

Vereadora consegue recursos para castração de animais

19/04/2017

A vereadora Thaís Souza (PSL) conseguiu junto ao deputado estadual Lincoln Tejota (PSD), uma emenda de R$ 180 mil será dest...

Medo da febre amarela? tire suas dúvidas

07/04/2017

Desde 1980 o Brasil não registrava um surto tão grande de febre amarela. De dezembro para cá, houve 2 104 casos notificado...

Dengue recua, mas a população ainda precisa ficar atenta e manter o combate

07/04/2017

A população anapolina pode comemorar. Os registros oficiais da Secretaria Estadual de Saúde, referentes à semana 13- de 0...