(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Homicídios assustam Anápolis e região

Violência Comentários 29 de abril de 2015

Central de flagrantes da Policia Civil registra grande número de crimes de morte


Por sediar a Terceira Delegacia Regional da Polícia Civil, Anápolis faz o registro de todos os delitos praticados em várias cidades, entre crimes contra o patrimônio e contra a vida. Nos últimos dias o número de assassinatos chamou a atenção, muitos deles cometidos com requintes de perversidade e crueldade. Foi o que aconteceu, por exemplo, com uma jovem de 22 anos, morta com golpes de canivete, pelo companheiro, na cidade vizinha de Goianápolis.
Nayara Sales da Silva foi amasiada com Isaac Campos Freitas, com o qual teve um bebê. A criança tem pouco mais de um mês de vida. No domingo passado (26) os dois se desentenderam e a mulher foi morta. O casal havia se separado, com Nayara indo morar, de novo, com a família, devido às constantes agressões do companheiro. Mas, Isaac a procurou tentando convencê-la a reatar-se com ele. Tudo, entretanto, era um ardil para atraí-la. Os dois decidiram passar a noite em um barracão alugado. O dono do imóvel ouviu gritos na madrugada e resolveu chamar a polícia. Quando os policiais chegaram, só acharam o cadáver de Nayara. O bebê havia desaparecido. Um trabalho de investigação levou a polícia até à cidade de Goianésia, onde o autor foi localizado, na manhã seguinte, com a criança no colo. Ele não esboçou qualquer reação e disse que o crime fora praticado por conta de assuntos passionais.
Também, em Goianápolis, foi registrada a morte de Ricardo Trindade Pereira, 21 anos. Ele estava em companhia de seu pai, João de Souza Pereira, quando ambos depararam com um grupo de homens com o qual o jovem já havia tido um desentendimento anterior. Na iminência de uma agressão, pai e filho correram. Mas, depois de certa distância, Ricardo armou-se com um pedaço de pau e resolveu voltar para enfrentar o grupo rival. No entrevero, ele acabou sendo golpeado no peito por uma facada certeira. Segundo seu pai, o autor do golpe é um indivíduo conhecido por ”Boi”.

Outros crimes
Em Anápolis, aconteceu o crime de homicídio que teve como vítima Thiago Oliveira da Silva. O fato foi comunicado ao Plantão Policial por seu irmão Israel Oliveira da Silva. Segundo ele, Thiago, antes, já havia dito que estava sendo perseguido por um colega de trabalho (trabalhava em uma marmoraria) conhecido por “Zé”. Na tarde de sábado, Israel recebeu um comunicado do dono do barraco onde Thiago morava, no Bairro de Lourdes, informando que uma pessoa havia sido esfaqueada naquele endereço. Quando ele chegou ao local, descobriu tratar-se de seu irmão. Câmeras de videomonitoramento gravaram a passagem de dois homens na cena do crime, provavelmente os autores do homicídio.
Já, na cidade de Alexânia foi registrado, de sábado para domingo, o assassinato de Thiago Serafim Maia, de 18 anos. Ele saiu de casa para ir a uma festa em companhia da irmã de nome Thays. Por volta de quatro da manhã a moça resolveu ir embora, mas Thiago decidiu ficar mais um pouco na festa, dirigindo-se, depois, para uma pracinha, em companhia de algumas pessoas. Horas mais tarde, ao ver que ele não havia chegado em casa, a irmã Thays resolveu ligar para seu celular. Foi atendida por um policial militar que lhe informou do crime. Thiago levou um tiro na cabeça e não se sabia, no momento, os motivos e, muito menos, a autoria do delito. A ocorrência foi registrada pela mãe de Thiago, Rubinéia Serafim dos Reis.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Violência

Operação conjunta prende suspeitos de homicídios

10/08/2017

Operações realizadas pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil, de Anápolis e Luziânia, cumprir...

O que mudou 11 anos depois de aprovada a Lei “Maria da Penha

03/08/2017

Embora se admita que o sexo feminino tenha experimentado mais poderes na última década, a Lei Maria da Penha, que completar...

Índice de mortes violentas ainda assusta a população anapolina

28/07/2017

A aparente tranquilidade que vinha sendo registrada no que diz respeito aos crimes contra a vida, em Anápolis, foi interromp...

Vereador do PSDB alerta sobre onda de assaltos em farmácias

06/07/2017

Os proprietários e funcionários de farmácias de Anápolis vivem com medo com a frequência de assaltos nos estabelecimento...