(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Grupo que espaço para andar de bicicleta

Geral Comentários 02 de agosto de 2013

Organização não governamental defende a criação de ciclovias e projetos que facilitem o uso da ‘bike’ como transporte regular


A bicicleta foi eleita pela Organização das Nações Unidas como o transporte mais ecológico do planeta e devido a essa importância, no início do ano de 2011, surgiu na cidade o 'Anápolis de Bicicleta', um movimento de caráter socioambiental que reivindica a implantação de um sistema cicloviário de qualidade e com segurança em Anápolis.
Tudo começou quando os adeptos do movimento apresentaram à Cidade sua proposta, através do I Seminário sobre Mobilidade Urbana Sustentável de Anápolis, que eles próprios organizaram. De acordo com o organizador, o educador físico e fotógrafo Geovaine de Oliveira, o movimento ‘Anápolis de bicicleta’ é fundamentado no esclarecimento do significado de mobilidade sustentável, especificamente sobre a utilização da bicicleta como meio de transporte. “Infelizmente nossa Cidade, em especial nossas autoridades, carecem, bastante, desse esclarecimento que seria o primeiro e mais importante passo para alcançarmos o que reivindicamos”, ressalta. O grupo, através de suas ações, tem buscado a aplicação do conceito que se tornou uma tendência mundial. “A mobilidade sustentável consiste na prioridade de mobilidade do pedestre, do ciclista e do usuário de transporte coletivo”, explica o organizador.
Uma das observações e reivindicações feitas pelo grupo é de que nenhuma das obras viárias que foram executadas e/ou estão em andamento, contempla a presença das ciclovias. “Um bom exemplo é a construção dos viadutos urbanos da cidade. Tememos que a proposta da construção da ciclovia da Avenida Brasil seja mais paisagismo do que funcional, como temos observado em tantas cidades do País”, expõe. O transporte público na cidade ainda não conta um corredor exclusivo de ônibus e os pedestres também encontram dificuldades para transitar pelas calçadas, devido à quantidade de automóveis e caçambas de entulho, além dos estabelecimentos comerciais e residenciais que as invadem.

O movimento
Até o ano passado, os adeptos do movimento se reuniam para discutir a programação do projeto, por meio de vídeos, pesquisas, estudos, estatísticas e outros recursos para justificar a causa. “Hoje nos comunicamos, principalmente pelas redes sociais, em nossa página no Facebook, e por e-mail quando vamos organizar algum evento.
Nosso objetivo é mostrar para a sociedade anapolina a importância do uso de um veículo ecológico para o meio ambiente e para as pessoas”, diz. Cerca de cinco mil pessoas apoiam o trabalho do movimento pela rede social
E foi em um dos passeios do grupo que o engenheiro agrônomo e de segurança no trabalho, Alexandre Ribeiro Cardoso, 33, conheceu o Anápolis de Bicicleta. Para ele o grande fator que impede o sucesso do veículo alternativo, numa disputa bicicleta versus carro, está na infraestrutura precária, uma vez que disputar espaço entre os automóveis nas ruas é fator de risco de acidentes, o que acaba desmotivando a tomada de decisão em fazer uso da bicicleta como meio de transporte. O engenheiro diz que perdeu 45 quilos com suas pedaladas, e considera o papel desenvolvido pelo Anápolis de Bicicleta importante.
Para o carioca militar aposentado, Getúlio Nascimento, 58, participar do movimento e poder reivindicar por ciclovias na Cidade é de muita importância. “Já sofri alguns acidentes em vias públicas, não só em Anápolis como também no Rio de Janeiro. Por isso admiro e participo da união e força de vontade de todos os integrantes do grupo para fazer algo em prol da prática e divulgação do uso da bicicleta como meio de transporte e lazer em vias exclusivas e com segurança na nossa Cidade”, destaca Getúlio.

Projetos em vista
A contadora e dermaticista facial Ewelyn Taveira, 37, conheceu o Anápolis de Bicicleta por meio das redes sociais, e aderiu ao movimento em setembro de 2012, quando ocorreu II Passeio Ciclístico, em comemoração ao Dia Mundial Sem Carro. “Como adepta a preservação do meio ambiente e melhor qualidade de vida acredito que utilizando a bike poderemos obter muitos resultados positivos”, comenta.
O último evento realizado pelo grupo foi um passeio ciclístico intitulado 'Acorda Anápolis, Ciclovias Já'. “Fizemos vários cartazes reivindicando ciclovias para Anápolis e nos encontramos com os manifestantes que saíram às ruas naquele dia. O objetivo foi mostrar que a bicicleta também é um meio de transporte e que o ciclista que a utiliza como seu veículo deve ser considerado e respeitado pela sociedade”, esclarece Geovaine. A participação do grupo teve repercussão tanto a nível local como regional o que motivou um grupo de Goiânia a, também, fazer uma reivindicação por ciclovias na Capital, alcançando prontamente uma resposta da prefeitura de lá. O próximo passo do ‘Anápolis de bicicleta’ é realizar uma audiência pública na Câmara Municipal e apresentar a proposta e ideias do movimento aos vereadores de Anápolis.

Autor(a): Carol Evangelista

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...