(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governo prepara licitação da Plataforma Logística e do aeroporto

Economia Comentários 27 de maro de 2014

Governador Marconi Perillo esteve em Brasília discutindo o assunto com ministro da Aviação Civil


O governo do Estado está preparando a modelagem para colocar em licitação a concessão da Plataforma Logística de Anápolis, incluindo o Aeroporto de Cargas que está em construção. Na última terça-feira,25, o governador Marconi Perillo discutiu o assunto com o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.

O Estado investe R$ 200 milhões na construção do aeroporto cujas obras devem ser entregues até o final do ano. Junto com os investimentos no segundo maior aeroporto de cargas do Brasil, o governo estadual coloca em ação um programa que visa atrair novas indústrias para o Daia promovendo, para tanto, a ampliação do distrito. “Queremos dar mais competitividade ao setor produtivo goiano”, declarou Marconi após a audiência com o ministro, em Brasília.

O governador saiu do encontro otimista. Disse ter se convencido da boa vontade do ministro. “Ele nos garantiu que fará tudo o que precisar para facilitar a licitação e a concessão do Aeroporto de Cargas e da Plataforma Logística”, atestou Marconi.

Entregues em concessão, tanto o aeroporto quanto a Plataforma passarão a ser fiscalizados pelo Estado. O processo encontra-se em estudo entre técnicos do Ministério da Aviação Civil e a Secretaria de Gestão e Planejamento do Governo do Estado.

O Aeroporto de Cargas de Anápolis conta com o selo de prioridade do Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento – PAI – desenvolvido pelo governo do Estado. A obra é considerada estratégica para a consolidação da Plataforma Logística Multimodal de Goiás, que também já está em andamento.

A Plataforma, de acordo com o projeto concebido pelo governo estadual, terá abrangência nacional e internacional pela sua proximidade ao Porto Seco e reunirá três modais de transportes: aeroviário, ferroviário e rodoviário. No mesmo local funcionarão um centro de transporte terrestre, um setor para indústria de transformação, um polo de serviços e administração, um terminal de frete aéreo e um terminal ferroviário.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...