(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governo prepara jovens para o mundo empresarial

Economia Comentários 05 de julho de 2013

Programa visa incentivar e qualificar a juventude para o ingresso no mundo dos negócios com o mínimo der riscos e com eficiência


A Secretaria da Indústria e Comércio (SIC) é parceira do programa Minha Primeira Empresa, desenvolvido pela Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJE) para capacitar novos empreendedores no Estado e oferecer sustentabilidade aos negócios abertos. As inscrições ao “Minha Primeira Empresa” serão abertas às 14 horas do próximo dia 9, durante solenidade no auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Os interessados deverão se inscrever exclusivamente pela internet, em site específico do programa que será divulgado na solenidade de abertura das inscrições. Serão 40 grupos de empreendedores com até 100 participantes de Goiânia e de outras dez cidades polos goianas. O desenvolvimento do projeto em Goiás servirá como referência para outras regiões do País.
As metas
Criado com a proposta de fomentar novos negócios, o “Minha Primeira Empresa” é voltado para a capacitação de empreendedores, incentivando a criação e formalização de novas empresas com planejamento, acesso ao crédito e acompanhamento técnico do desenvolvimento do negócio. O programa vem proporcionar condições mais competitivas de inserção no mercado aos potenciais empreendedores. De acordo com o coordenador geral do “Minha Primeira Empresa”, Rafael Lousa, o projeto foi pensado desde o início para oferecer, além da capacitação, ferramentas de competitividade e sustentabilidade aos novos negócios.
A meta, ainda, é incrementar o empreendedorismo formal, gerando impactos positivos para a sociedade, como a formalização de empresas, a geração de empregos, o aumento da inovação, da oferta de produtos e serviços, da atividade econômica e da sustentabilidade das empresas no primeiro ano.
Participação
Poderão se inscrever ao Minha Primeira Empresa os residentes em Goiás, com idade mínima de 18 anos, que tenham cursado o ensino médio completo e com disponibilidade para frequentar os cursos de capacitação. O público-alvo é formado de graduandos em cursos ligados a gestão empresarial, pessoas que tenham projetos para empreender, empresários não formalizados e membros da comunidade que busquem seu novo negócio. O programa será desenvolvido em cinco etapas: Curso de Introdução ao Empreendedorismo; Diagnóstico da aptidão ao empreendedorismo; Curso de Noções em Gestão Empresarial e Planos de Negócios com soluções inovadoras, competitivas e sustentáveis; Orientação para acesso ao crédito; e Acompanhamento dos empreendedores atendidos por meio de encontros periódicos. Após o término das fases, será feito o acompanhamento durante o primeiro ano de vida do novo negócio.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Caracal ainda sem previsão de início de produção em Anápolis

20/04/2018

Anunciada em abril do ano passado, portanto, há um ano, como um grande projeto industrial para ser instalado no Município e...

Exigência para dar alvará é polêmica

20/04/2018

Uma notificação da Prefeitura Municipal vem causado preocupação para donos de estabelecimentos comerciais em Anápolis. P...

Município cai várias posições no ranking do comércio exterior

13/04/2018

As exportações feitas por Anápolis, no primeiro trimestre deste ano, comparativamente ao mesmo período do ano passado, re...

Ministro Baldy elogia empreendimentos

13/04/2018

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, comemorou o resultado de abertura de empresas em Goiás no último trimestre. Segund...