(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governo do Estado afirma que novo presídio vai funcionar em fevereiro

Geral Comentários 12 de janeiro de 2018

Estado acelera investimentos para por fim à crise que afeta o sistema carcerário estadual e foi agravada no início do ano


Como desdobramento da crise carcerária ocorrida em Goiás desde os primeiros dias de 2018, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), anunciam que no mês de fevereiro próximo, deve acontecer a entrega de dois presídios, abrindo 600 novas vagas no sistema prisional goiano. As unidades a serem entregues são a de Formosa e de Anápolis, que estão prontas e em fase de aquisição de equipamentos para funcionamento
No caso de Anápolis, faltam apenas alguns retoques para que a unidade comece a funcionar. Além das obras estruturais, com investimento de R$ 19 milhões oriundos de parceria do Governo Federal, com contrapartida do Estado, o presídio receberá ainda R$ 6,5 milhões em aparelhamento e custeio.
As novas 300 vagas do presídio de Formosa também foram concluídas e o valor da obra é superior a R$ 19 milhões. O presídio tem 6 mil metros quadrados de área edificada, refeitório, sala de aula, pátio de sol, área para atendimento psicológico e espiritual, além de galpões e guaritas de segurança.

Inaugurações
e reformas
Além dessas obras, outras unidades em todo o Estado receberam reformas para ampliação. Goiânia, Aparecida de Goiânia, Jataí, Planaltina de Goiás, Anápolis e Pirenópolis. Em outubro de 2017, foi inaugurado o novo presídio de Jataí, com capacidade para receber 86 detentos. A área total do complexo penitenciário do município é de 528,39 m², compreendendo os blocos de carceragem, recepção, sanitários, parlatórios, pátio de sol, guarita de vigilância e passarela de acesso à guarita.
Em Goiânia, o perímetro da Casa do Albergado Ministro Guimarães Natal foi revitalizado, uma ação com investimento de R$ 360 mil, oriundos de parceria do Governo Federal e Estadual. Em Aparecida de Goiânia, no presídio feminino Consuelo Nasser, foram geradas mais 48 vagas com a reforma no valor de R$ 1,9 milhões.
Ainda no Complexo Prisional, também em Aparecida de Goiânia, outra obra que ampliou a capacidade do sistema carcerário goiano foi a construção do Centro de Triagem. Idealizado para funcionar como uma estrutura de passagem, o local pode receber até 212 presos.
Foi realizada uma adequação da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), além da reforma da cozinha do Complexo. Os investimentos somam mais R$ 9 milhões. Jataí e Planaltina também receberam obras de reformam somando 172 vagas. Já a cadeia pública de Pirenópolis abriu 64 vagas ao custo de R$ 665 mil.

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cidades têm até abril de 2019 para elaborarem planos de mobilidade

19/01/2018

Os municípios brasileiros que ainda não possuem planos de mobilidade urbana terão até abril de 2019 para elaborar. O novo...

Blogueira lança calendário

19/01/2018

Acontece na próxima segunda-feira, 22, o lançamento do Calendário 2018 da Casa Joana, instituição anapolina que trabalha...

UEG: concurso para professores de Direito e Medicina

19/01/2018

A Universidade Estadual de Goiás (UEG) torna público o Edital de abertura do concurso público para o cargo de docente de e...

Prefeitura lança projeto “Jovem conectado no campo”

19/01/2018

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Governo, apresentou na manhã desta terça-feira, 16, o proje...