(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governo cria incentivos para Parque Tecnológico

Geral Comentários 07 de dezembro de 2013

Medida beneficiará o projeto que está sendo implantado em Anápolis, o primeiro a ser credenciado no Estado


O governo estadual encaminhou na última quarta-feira,04, mensagem à Assembleia Legislativa propondo a criação de incentivos fiscais para a implantação do Parque Tecnológico de Anápolis, o primeiro credenciado ao Programa Goiano de Parques Tecnológicos (PGTec). Com os incentivos, o empreendimento vai se consolidar como o primeiro parque tecnológico multissetorial do Centro-Oeste. O anúncio foi feito pelo Governador Marconi Perillo, durante reunião no Palácio das Esmeraldas, com representantes do grupo empreendedor.
Segundo a mensagem de lei os Parques Tecnológicos que estiverem credenciados ao PGTec e beneficiadas pelo Produzir terão dois tipos de incentivos. O primeiro estabelece desconto de 80% sobre a parcela não incentivada do ICMS, destinado às empresas que se enquadrarem no programa. O segundo estabelece um desconto de 98% sobre a parcela não incentivada do ICMS para aquelas empresas que, além atenderem aos critérios estabelecidos no PGTec, implantem, no Parque Tecnológico de Anápolis, unidades especializadas em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).
Além disso, as empresas instaladas não terão de antecipar os 10% do ICMS previstos nas demais leis de incentivo. O PGTec é coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectec), que criou o programa em 2011 e já tem outras três propostas em andamento em Goiás: um apresentado pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e outros em estudo em Jataí e Itumbiara.
O governo também está solicitando à Agetop a licitação para a construção do acesso viário ao Parque Tecnológico de Anápolis. “Uma obra que será construída pelo governo através da Secretaria de Indústria e Comércio, de aproximadamente R$ 15 milhões”, afirma Marconi. Ainda, durante encontro com proprietários da empresa ML4, consórcio proprietário da área do parque, e representantes da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação e da Secretaria de Indústria e Comércio, foi anunciada a doação de uma área do Parque Tecnológico de Anápolis para que a UEG construa uma Agência Goiana de Inovação. A área tem 2 mil metros quadrados. Segundo o secretário de Ciência e Tecnologia e Inovação, Mauro Faiad, “a obra será financiada pela UEG e todos os equipamentos financiados pela Sectec”.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cidade Jardim

21/06/2018

Está, finalmente, chegando ao fim um problema de grandes proporções que afetou, durante décadas, a vida das pessoas na re...

Destaque nas parcerias com o setor produtivo

21/06/2018

A relação entre empresa-universidade é de fundamental importância como ferramenta estratégica ao desenvolvimento cultura...

Ministro articula por mais verbas para a saúde em Goiás

21/06/2018

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, conseguiu mais de R$ 2,4 milhões, por meio de emendas extraorçamentárias, para a ...

Novo contrato com a Saneago provoca debates

21/06/2018

Conforme noticiou o Jornal CONTEXTO, em sua última edição, um projeto em tramitação na Câmara Municipal abre caminho pa...