(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governador defende leis mais rígidas contra o crime

Política Comentários 22 de novembro de 2013

Marconi Perillo acenou ser favorável à redução da maioridade penal e pediu união dos entes federados contra a violência


“Não há como a gente resolver um problema tão grave como esse com uma legislação frouxa. A legislação tem que ser endurecida: se menor de 18 anos pratica crimes graves, então que se mude a legislação em relação a eles”, destacou o governador Marconi Perillo em solenidade nesta quarta-feira, dia 20, em que anunciava reforço nas ações de segurança por parte do Estado. No evento realizado na Academia da Polícia Militar, o chefe do Executivo ressaltou a importância da cooperação entre todos os entes federados no combate à violência.
“A legislação brasileira é frouxa em relação a criminosos. A polícia nunca prendeu tanto, nunca fez tantas apreensões de entorpecentes como agora no nosso governo mas, infelizmente, a polícia trabalha, prende todo dia e a Justiça, por força da lei, solta e vira um ciclo vicioso: o gato correndo atrás do rato. A polícia prendendo e a lei soltando”, pontuou. Ele completou dizendo que o mundo mudou e é necessário que essa legislação mude para que o combate ao crime seja eficiente. “É preciso que haja a efetiva sensação de segurança também com a mudança na legislação para que a polícia cumpra o seu dever e a Justiça, por conta da legislação forte, possa manter os criminosos na cadeia. Porque é lá que eles merecem estar”, argumentou Perillo.
O governador de Goiás informou ainda que o governo federal concentra 72% de todos os impostos do Brasil, mas não tem nenhuma competência constitucional para investir e gastar na segurança do cidadão. “Fazem a segurança nacional, mas quem paga os investimentos, os salários, o custeio dos bombeiros, da Polícia Técnico-Científica, da Polícia Militar, da Polícia Civil são os governos estaduais e isso está errado! Tem que mudar! Precisa de mais dinheiro, e dinheiro federal para que a gente possa juntos combater a violência e trazer a paz aos lares dos cidadãos. As responsabilidades e as críticas pairam somente sobre nossos ombros. Está na hora de haver um compartilhamento de responsabilidades de todos os entes federados do Brasil”, afirmou.
O governador Marconi Perillo assinou na quarta-feira, os decretos de promoção por Ato de Bravura de 132 militares que atuaram no acidente do Césio 137 e também de 162 oficiais PMs a partir de seleção interna da instituição. Foram entregues ainda 105 motocicletas e 300 uniformes (capacetes e jaquetas especiais) à Polícia Militar.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...