(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Governador confirma projetos para Anápolis

Política Comentários 09 de julho de 2011

Governador reúne auxiliares diretos e a imprensa e faz um balanço, considerado por ele positivo, dos seis primeiros meses do Governo que, segundo ele, foi erguido de uma ponte de destroços da tempestade


O Governador Marconi Perillo fez, na última quinta-feira, 07, juntamente com membros do primeiro e segundo escalões da Administração Estadual, um balanço dos primeiros 180 dias de Governo, durante reunião ocorrida no 10º andar do Palácio “Pedro Ludovico Teixeira”, em Goiânia.
Em seu discurso, Marconi falou das dificuldades encontradas ao assumir o cargo no início deste ano e destacou que “o mais importante é que, agora, a sociedade goiana passou a acreditar no Governo e na sua capacidade indutora da economia e do desenvolvimento”. Ele reforçou o desafio feito há poucos dias, de unir esforços do Governo e dos setores produtivos, para que Goiás alcance, até o final de 2012, um PIB (Produto Interno Bruto) de 100 bilhões de reais. “Tenho convicção de que podemos chegar a esse resultado”, assinalou.
No seu pronunciamento, o Governador citou alguns compromissos de sua gestão para com a Cidade de Anápolis, dentre eles, a meta de ampliação do Distrito Agroindustrial, “onde 27 empresas estão na fila para se instalar”, disse. Além disso, citou os acordos firmados que poderão resultar em investimentos de empresas multinacionais no Município, como é o caso da holandesa Rekkof, que tem projeto para trazer uma unidade de produção de peças e equipamentos aeronáuticos e a americana Cableworks, que pretende trazer uma planta para a produção de aeronaves de uso agrícola. Juntas, segundo o relato do Governador, essas empresas, uma vez consolidadas, devem gerar 3,8 mil novos postos de trabalho diretos na região. Ele também citou os investimentos do Grupo Hypermarcas (que tem uma planta em Anápolis) que deve se transformar em sua base de operações logísticas.
Em relação ao Estado, Marconi enfatizou que já é quase certa, também, a chegada de outras 23 empresas de diversos segmentos, além de outras 55 que estão em fase de negociação. “A meta do Governo é consolidar, somente neste ano, no mínimo 10 bilhões de reais em investimentos privados”, frisou. No primeiro semestre, conforme os dados divulgados, o Programa Produzir aprovou 34 projetos de incentivos fiscais de empresas que se comprometeram em investir 63 milhões de reais e a gerar 2.304 empregos em Goiás.

Transparência

Marconi Perillo deu ênfase também em seu discurso, à questão da transparência pública que, segundo ele, “será uma marca e um compromisso inarredável deste Governo”. Neste sentido, citou a criação da Controladoria Geral do Estado e da Superintendência de Combate à Corrupção e Ações Estratégicas; a Ouvidoria Midiática, para apurar denúncias veiculadas na imprensa, no âmbito do Estado; e o fortalecimento da Ouvidoria Geral do Estado, que pode ser acessada por telefone, e-mail, site ou de forma presencial, no térreo do Palácio Pedro Ludovico.

Saúde
Na área da saúde, o governador fez menção a diversos projetos e programas para a melhoria e a ampliação do atendimento, destacando o Plano de Fortalecimento da Atenção Hospitalar Regionalizada que, conforme anunciou, deverá garantir o repasse de 54,4 milhões de reais para 10 hospitais do Estado, o que deve resultar na ativação de 105 novos leitos de UTI e UCI (Unidade de Cuidados Intermediários), o que irá suprir mais 50% do déficit de UTIs do Estado. “Dentro do novo modelo de gestão, parcerias com a iniciativa privada e organizações sociais estão sendo firmadas para a construção de novas unidades de Saúde e administração de hospitais. Essas unidades terão atendimento 100% pelo SUS. O Crer e o Hospital de Urgências de Anápolis serão os modelos de gestão”, sublinhou Marconi.

Educação e tecnologia
Nas áreas de educação e tecnologia, o Governador ressaltou a criação do programa Goiás Conectado, que prevê uma série de ações para promover a integração de todos os goianos num ambiente de cultura global. A primeira etapa foi implantada em Catalão, com o lançamento da Banda Larga Popular, ou seja, o Governo abre mão do ICMS e a operadora de telefonia oferece a banda larga de um megabyte por menos de 30 reais. As próximas etapas prevêem redução de impostos para assinatura de telefone fixo (o Telefonia Cidadã) e para uso de internet em smartphones (o Conexão Universitária). O Goiás Conectado tem, ao todo, 14 etapas e deve trazer um significativo aumento da produtividade, do conhecimento e da conectividade online para a população goiana.
Foi, ainda, anunciado o programa Bolsa Futuro, cujo lançamento está previsto para o mês de agosto próximo. O programa vai conceder incentivo de R$ 75 para indivíduos cujas famílias estiverem cadastradas nos programas Bolsa Família e Renda Cidadã, e se matricularem em cursos técnico-profissionais à distância. Ao todo, o Estado vai investir R$ 200 por aluno: R$ 125 para custear o curso e R$ 75 como incentivo para que ele estude. O Bolsa Futuro vai reunir todos os programas de qualificação do Governo do Estado, à distância ou presenciais.

Infraestrutura
Na área de infraestrutura, Marconi destacou a criação do Fundo de Transporte, que vai viabilizar recursos para dois programas: o Rodovida, para promover a manutenção integrada na malha pavimentada e não pavimentada, cerca de 20 mil quilômetros; e o Programa de Recuperação de Rodovias, destinado a reconstruir totalmente as estradas. Serão mais de quatro mil quilômetros, divididos em duas etapas, este ano e em 2012. A licitação dos dois programas está autorizada e as empresas interessadas em participar já visitam os locais a serem atendidos, para a elaboração dos projetos. Dentro da programação, conforme relatou, está prevista a construção da ponte sobre o Ribeirão João Leite, no trecho entre Anápolis e Nerópolis.

Segurança
Em relação à Segurança Pública, Marconi ressaltou a renovação da frota da Polícia Militar, com a aquisição de 1.535 novas viaturas. “E já promovemos a entrega de 2.365 sprays de pimenta de uso individual e coletivo; 90 coletes à prova de balas, 105 pistolas Teaser e 2.250 cassetetes. A Polícia Civil recebeu 900 coletes à prova de balas, fruto de parceria com o Ministério da Justiça”, enumerou. Sobre o sistema prisional, o Governador afiançou: “nos próximos meses, daremos início à construção de quatro novos presídios em Goiás, provavelmente três no Entorno e um em Anápolis, abrindo 1.200 novas vagas”.
Ao encerrar a prestação de contas dos 180 dias de Governo, Marconi Perillo disse ainda: “gostaria, apenas, de reforçar que tudo o que temos feito é orientado na direção da melhoria das condições de vida da população, focado no objetivo de criar um ambiente propício à retomada do desenvolvimento de nosso Estado. Não duvidem: nós resgataremos os nossos compromissos e faremos deste o melhor governo da vida dos goianos”. (Com informações do site Goiás Agora)

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...