(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goiás registra saldo positivo na balança comercial

Economia Comentários 17 de abril de 2019

Pelo terceiro mês consecutivo no ano, Estado registra superávit. O saldo (exportações menos importações) foi de US$ 291,2 milhões


Goiás fechou o mês de março com balança comercial positiva pelo terceiro mês consecutivo neste ano. O saldo de US$ 291,2 milhões indica recuperação positiva da movimentação comercial com os países estrangeiros em comparação com fevereiro passado, quando o saldo ficou em US$ 87,3 milhões. De um mês para o outro, ou seja, de fevereiro a março de 2019, ocorreu movimentação positiva nas exportações com um acréscimo de 10,80%.
Foram exportados 341 diferentes produtos para 112 países, resultando em US$ 566,7 milhões, com destaque para a China, Itália, Espanha e Hong Kong como principais compradores. Nas importações, foram importados 1.296 produtos diferentes de 61 países, totalizando US$ 275,5 milhões de produtos comprados, principalmente, dos Estados Unidos, China, Suíça, Japão, Rússia, Coreia do Sul, Tailândia, Canadá, Alemanha e Itália.
O complexo soja manteve o protagonismo na pauta das exportações goianas, com volume de US$ 273,5 milhões, equivalente a 48,27% do total em março. As carnes bovinas, suínas e de aves seguiram em segundo lugar no ranking, com volume de US$ 110,6 milhões negociados, ficando para as ferroligas o terceiro posto de campeões de vendas no mês, com US$ 46,9 milhões (8,29%). Em quarto lugar, destaque para o sulfeto de cobre, cujo valor comercializado foi de US$39,3 milhões.
Fechando a pauta goiana de exportações de março, alguns itens igualmente brutos, sem valor agregado, como ouro, couros e derivados, algodão, minério de manganês, entre outros produtos manufaturados, semimanufaturados e básicos. Também na pauta das exportações figuram alguns produtos fiéis da balança comercial goiana, como o complexo do milho, preparações alimentícias, produtos farmacêuticos e químicos orgânicos, principalmente.
Em março foram importados por Goiás 1.296 produtos diferentes de 61 países. Os Estados Unidos ficaram no primeiro lugar do ranking dos parceiros comerciais do Estado, com volume de US$ 57,1 milhões, ou 20,73%, do total das importações. O alvo das aquisições foram produtos semimanufaturados ou brutos.
A China, seguida de Espanha, Itália e Hong Kong mais uma vez protagonizaram os destinos finais dos produtos goianos.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Muitos contribuintes de Anápolis não entregaram ainda a declaração do IR

25/04/2019

A Delegacia da RF de Anápolis já contabiliza o recebimento de quase 70% da estimativa para as declarações deste ano, falt...

Ferrovia Centro-Atlântica anuncia a retomada de operações em Anápolis

17/04/2019

Após dois anos da paralisação da Ferrovia Centro Atlântica no Município, chegará neste final de semana no Porto Seco um...

Continua a polêmica sobre mudanças na Delegacia da Receita em Anápolis

17/04/2019

A possibilidade de transformação da delegacia da Receita Federal de Anápolis em uma agência foi admitida ao Jornal CONTEX...

Pesquisa do Procon aponta variação de 102% no preço dos ovos de páscoa

17/04/2019

O consumidor que optar por presentear a família e os amigos com ovos de Páscoa terá que pesquisar para não sair no preju...