(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goiás inova no combate aos danos à natureza

Segurança Comentários 22 de maro de 2019

Laboratório moderno é fruto de parceria entre a Secretaria de Segurança e o Ministério Público


Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), inaugurou nesta quinta-feira, 21, o Laboratório de Análises Ambientais (LAM) da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC). Com a unidade, Goiás será pioneiro na materialização de provas de crimes ambientais e na prevenção de contaminação da água de rios e mananciais. O local é fruto de parceria com o Centro de Apoio Operacional (CAO) do Meio Ambiente do Ministério Público do Estado de Goiás.
De acordo com o secretário Rodney Miranda, o laboratório demonstra o compromisso do atual governo com a questão ambiental. “É um assunto que tomou uma dimensão preocupante, principalmente após os desastres de Mariana e Brumadinho. Com esta unidade, Goiás ganha mais um instrumento para evitar possíveis tragédias”, afirmou.
No local, serão realizados procedimentos técnicos, como análises de amostras coletadas em áreas sob suspeita de ocorrências contra o meio ambiente. A medida vai garantir mais agilidade nos resultados de exames feitos para confirmar crimes ambientais. “Antes, dependíamos da Saneago e de laboratórios de outras instituições ou privados. Agora, teremos condições de fazer um trabalho mais eficiente e rápido”, explicou a perita Gabriela Nunes, que é responsável técnica pela unidade.
Além da materialização de provas, também serão realizadas amostras de água bruta e efluentes para identificar poluição hídrica. O objetivo é garantir melhoria na qualidade da água consumida pela população. “O acompanhamento, neste sentido, será diário para evitar que os goianos consumam água contaminada. O Estado acaba de ganhar um diferencial muito grande”, destacou o secretário Rodney Miranda.
O titular da SSP também ressaltou a importância da parceria entre Governo de Goiás e Ministério Público. “É uma união de esforços que só proporciona benefícios à sociedade. E isso precisa ser feito entre todas as instituições. Todos nós somos responsáveis pela segurança pública”.
O superintendente de Polícia Técnico-Científica, Marcos Egberto Brasil de Melo, também defendeu o trabalho conjunto entre os poderes. “As instituições precisam caminhar juntas. É algo que nos dá condições de garantir mais qualidade nos serviços prestados à população em várias áreas”, disse.
Diversas autoridades estiveram presentes. Entre elas, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum, e os promotores de Justiça, Juliano de Barros e Marcelo Fernandes de Melo.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Polícia cumpre dezenas de mandados de prisão

25/04/2019

Policiais civis cumpriram, na última terça-feira, 23/04, em toda a Regional da Polícia Civil de Anápolis, mandados de pri...

Acidente com professora que caiu de moto causa comoção em Anápolis

17/04/2019

Um acidente trágico ocorrido na última segunda-feira, 15, tirou precocemente a vida da professora Thalita dos Santos Bueno,...

Centro de Inserção Social é uma bomba prestes a explodir, assegura advogado

05/04/2019

O presidente do Conselho da Comunidade de Execução Penal da Comarca de Anápolis, advogado Gilmar Alves, fez na manhã dest...

Novo Delegado Regional recebe visita de vereadores

29/03/2019

O delegado Pedro Caires, titular da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Anápolis, recebeu, na tarde da última quart...