(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goiás terá o primeiro Parque Tecnológico do Centro-Oeste

Geral Comentários 01 de fevereiro de 2013

Consórcio privado quer atrair investimentos de cerca de R$ 1 bilhão e gerar aproximadamente 10 mil empregos


O pedido de Credenciamento Provisório do primeiro Parque Tecnológico de Goiás foi assinado pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Mauro Faiad. A proposta apresentada à Sectec estabelece a construção do empreendimento no município de Anápolis, em área próxima ao Distrito Agro-Industrial de Anápolis (Daia). O consórcio privado responsável pelo Parque Tecnológico de Anápolis já adquiriu a área para a construção do empreendimento e deve começar as obras do complexo ainda neste semestre.
Segundo o secretário Mauro Faiad, o Parque deve atrair R$ 1 bilhão em investimentos e gerar 10 mil empregos. "Goiás terá o primeiro Parque Tecnológico do Centro-Oeste, graças à modelagem adotada, que, apesar de rigorosa no estabelecimento dos critérios para a consolidação do empreendimento, agiliza os investimentos", disse o secretário.
O Credenciamento Provisório terá validade de dois anos, prorrogável por uma única vez por mais 12 meses. Com a assinatura do termo, a Sectec inclui o empreendimento no Programa Goiano de Parques Tecnológicos (PGTec), criado em 2011 pelo Governo de Goiás. Com o Credenciamento Provisório, o consórcio privado responsável pelo empreendimento terá de cumprir uma série de exigências para receber o Credenciamento Definitivo.
Entre as exigências estão a constituição de uma entidade gestora do Parque Tecnológico sem fins lucrativos, com modelo de gestão adequado à realização de seus objetivos e com capacidade técnica e financeira comprovadas. A entidade responsável pelo Parque também terá de apresentar, entre outras providências, o projeto urbanístico-imobiliário de ocupação da área, o projeto de ciência, tecnologia e inovação e o estudo de viabilidade econômica, financeira e ambiental do empreendimento.

PGTec
O Programa Goiano de Parques Tecnológicos (PGTec) foi criado pelo Governo de Goiás sob a gestão da Sectec com a finalidade de incentivar a implantação de parques tecnológicos no Estado. O programa tem como objetivo implementar novas tecnologias e investimentos em pesquisa. O PGTec vem promover a cultura de inovação, competitividade e capacitação empresarial, estimulando a geração de riquezas a partir da agregação de empresas de base tecnológica e instituições de pesquisa e desenvolvimento, de natureza pública ou privada, que irão desenvolver atividades intensivas em ciência, tecnologia e inovação. (Fonte: Goiás Agora)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...