(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goiás quer atrair investidores dos Emirados Árabes

Economia Comentários 26 de abril de 2013

Grande projetos de Anápolis, como o Aeroporto de Cargas e a Plataforma Logística, serão apresentados durante visita da missão brasileira


O secretário estadual de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, em entrevista à imprensa, durante o lançamento do projeto “Goiás Atende Mais”, na última terça-feira,21, no auditório do Sesc, anunciou que estará participando na próxima semana da missão internacional liderada pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, aos Emirados Árabes.
Segundo informou, como presidente do Fórum Nacional Secretários de Desenvolvimento, Indústria e Comércio estará liderando parte da missão com representações de 15 estados brasileiros na viagem, cujo objetivo é atrair para o País, cerca de R$ 1 trilhão em oportunidades de negócios. No caso de Goiás, a expectativa é atrair em torno de R$ 1,5 bilhão de capital estrangeiro. Baldy destacou que dentre os projetos a serem apresentados nos Emirados Árabes, estão o da Plataforma Logística Multimodal, do Aeroporto de Cargas e até mesmo o Centro de Comvenções. “Pelo potencial que Anápolis tem no setor industrial, será sem dúvida uma de nossas vitrines”, observou.
O secretário disse que o Brasil é hoje o terceiro maior País em captação de investimenros estrangeiros e que a região Centro-Oeste e, especialmente, o Estado de Goiás, tem despertado interesse por ser uma das maiores fronteiras agrícolas do mundo e com uma indústria crescente. “O Estado tem se destacado na geração de riquezas, no PIB, crescendo acima da média nacional e na geração de empregos, também crescendo acima da média nacional”, analisou, observando que esses são também fatores que dão representatividade a Goiás nas missões internacionais de negócios.

Programa
Em relação ao programa “Goiás Atende Mais”, Alexandre Baldy salientou que trata-se de uma parceria entre o Governo de Goiás, através da Secretaria de Indústria e Comércio e a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), que tem por objetivo qualificar trabalhadores que atuam nos mais diversos segmentos de varejo e também no segmento de serviços. O secretário destacou que Brasília será sede dos jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo e muitas oportunidades irão surgir no eixo Brasília-Anápolis-Goiânia.
O Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis, Reinaldo Del Fiaco, acrescentou que nesta etapa do projeto, a meta é atingir em torno de 50 empresas e capacitar cerca de 6 mil colaboradores. Serão ministrados vários cursos, todos eles gratuitos.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...