(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goianas são 85% das brasileiras que se prostituem na Espanha

Geral Comentários 12 de agosto de 2011

A Secretaria de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial (Semira) assumiu este mês de agosto, as ações de combate ao tráfico de pessoas com um desafio: reverter a situação preocupante que afeta diversos goianos imigrantes na Europa.


A Secretaria de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial (Semira) assumiu este mês de agosto, as ações de combate ao tráfico de pessoas com um desafio: reverter a situação preocupante que afeta diversos goianos imigrantes na Europa.
Segundo a secretária, Gláucia Maria Teodoro Reis, as goianas são 85% das brasileiras vítimas do tráfico sexual na Espanha. A estimativa foi repassada pela ONG Resgata Brasil. A situação ainda engloba homens aliciados para prostituição na Itália e até idosos, que são contratados para trabalhos domésticos em países como a Bélgica e Portugal.
De acordo com Gláucia Reis, a Semira está preparando um plano de ações de conscientização. Uma campanha contra o tráfico de pessoas deve ser iniciada em novembro próximo e a secretaria deve estender, para além de Goiânia, a diversas cidades do interior goiano.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...