(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Goianápolis: Morador denuncia descaso com a GO- 415

Geral Comentários 21 de maro de 2014

Historiador pede que o Governo se sensibilize para o problema


O leitor, Júlio César Gomes de Souza, estudante e historiador, encaminhou ao CONTEXTO um e-mail, no qual denuncia “a falta de respeito para com a população de Goianápolis”. Ele se refere, no caso, ao estado precário em que se encontra a GO-415, que liga o Município a Anápolis.
Conforme relata, de muito o Governo vem fazendo a promessa de recuperar a via que, conforme registrou nas imagens, estão completamente esburacadas, causando prejuízo de transtornos para os condutores de veículos que utilizam a rodovia diariamente.
De acordo com Júlio César, no ano de 2013 a Justiça determinou o recapeamento urgente dessa Go, com multa de R$ 1 mil por dia por não cumprir essa determinação, mas mesmo assim nada foi feito até hoje. Ele apela ao Governador Marconi Perillo, para que se sensibilize com a situação. “Se nosso município faz parte do Estado de Goiás, por que estamos esquecidos pela sua gestão?”, questiona.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Faça um gol pela infância brasileira!

18/06/2018

Fazer do Brasil campeão é o que desejam os ídolos do futebol nacional e também todos os brasileiros. Por isso, mais uma v...

Atendimento dos bancos nos jogos do Brasil foi definido

18/06/2018

De acordo com a Circular n.º 3.897, emitida pelo Banco Central do Brasil em 09.05.2018, e por motivos de segurança das agê...

Anápolis à espera da estreia do Brasil

18/06/2018

A Copa do Mundo na Rússia começou nesta quinta-feira, 14. A primeira partida foi mandada pelo time da casa, que aplicou uma...

Renovada parceria com projeto musical

18/06/2018

O projeto Criar, Tocar e Cantar será renovado por dois anos para manutenção e ampliação das suas atividades a partir da ...