(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Gilberto Marques toma posse no Tribunal de Justiça

Justiça Comentários 02 de fevereiro de 2017

Também foram empossados a Vice-Presidente, desembargadora Beatriz Figueiredo Franco e o Corregedor


O aprimoramento da gestão pública pautou o discurso do desembargador Gilberto Marques Filho (foto), que tomou posse como presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), nesta terça-feira (1º), em sessão solene realizada no Plenário da Corte Especial, em Goiânia. O magistrado afirmou que, para o biênio 2017-2019, almeja “trazer as benesses das ações da iniciativa privada, no que for compatível, para desenvolver ações que coloquem o Poder Judiciário goiano numa situação mais favorável, mesmo diante do presente cenário nacional”.
Sobre o tema, o novo presidente também declarou que atuará com responsabilidade, “e os gastos só ocorrerão quando houver real necessidade e correspondente disponibilidade de recursos, como em todas as gestões que primaram pela observância deste equilíbrio”.
Os desafios na presidência “são imensuráveis”, conforme Gilberto Marques Filho frisou. O desembargador, contudo, destacou que tem como suporte “o esforço homérico dos juízes e servidores, que de forma sacerdotal têm mantido este Poder com dignidade”.
O legado dos ex-presidentes Leobino Valente Chaves e Ney Teles foi, também, realçado no discurso de posse. Segundo o recém-empossado presidente, os anteriores “concretizaram ações de relevância, inclusive, obras importantes, dentre elas o Fórum Cível, iniciado pelo saudoso presidente Vítor Lenza”.
Gilberto Marques Filho presidirá o TJGO no biênio 2017-2019, junto à desembargadora Beatriz Figueiredo Franco, empossada na mesma solenidade como vice-presidente. A Corregedoria-Geral de Justiça do Estado de Goiás (CGJGO) tem agora à frente o desembargador Walter Carlos Lemes, que também assinou o termo de posse na mesma cerimônia.
Prestigiada
Muito concorrida, a solenidade de posse dos novos dirigentes do TJGO foi prestigiada por representantes de instituições civis, militares e eclesiásticas e dos poderes Executivo e Legislativo Federal, Estadual e municipais.
Estiveram presentes a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz (foto); o governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo; o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, deputado estadual José Vitti; o prefeito de Goiânia, Íris Rezende; o vice-governador de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, o procurador-geral de Justiça de Goiás, Lauro Machado Nogueira; o presidente

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Justiça

Cliente que queria ser indenizada foi condenada por má fé

22/06/2017

A chamada “indústria da indenização” que a cada dia que passa ganha mais adeptos, sofreu, esta semana, um revés em Go...

Condenado o piloto do avião que caiu e matou quatro em 2008

15/06/2017

“Assim, torno a pena definitiva em 11 (onze) anos de reclusão já que não há outras causas a se considerar, bem como por...

MPF põe ex-deputado na linha de investigação

18/05/2017

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio do seu Núcleo de Combate à Corrupção, requisitou ao Departame...

Prefeito e vice de Goianésia têm mandatos cassados

11/05/2017

Em ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, o juiz da 74ª Zona Eleitoral, André Reis Lacerda, cassou os diploma...