(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Gerenciamento da saúde é um dos grandes desafios de Anápolis

Política Comentários 09 de setembro de 2016

Um dos segmentos mais sensíveis de qualquer administração, a saúde pública requer atenção especial dos gestores públicos. Saiba as propostas dos candidatos para esta área


Na segunda série de matérias com as propostas dos candidatos à Prefeitura de Anápolis, o tema em destaque é a saúde. Este setor, em Anápolis, tem experimentado avanços significativos, mas ainda é muito carente de investimentos, sobretudo, considerando-se o fato de que a Cidade é referência para atendimento de pessoas de diversas localidades vizinhas que estão na área da 3ª Regional de Saúde.
Localmente, a demanda pelos serviços públicos é bastante elevada e, hoje, não basta apenas ter um número considerável de unidades físicas em funcionamento. É preciso que, ao bater à porta da saúde, o serviço ofertado seja de qualidade, revertendo em qualidade de vida o que os cidadãos contribuem com o pagamento de impostos. Vamos, então, conhecer o que os prefeitáveis propõem para o setor da saúde em Anápolis:


PROPOSTAS DE CARLOS ANTÔNIO

Para a concretização das melhorias que almejamos para a saúde em Anápolis, o grande desafio na Prefeitura consiste no aprofundamento das práticas do Sistema Único de Saúde de Anápolis (SUS), para que seja oferecido à população um atendimento resolutivo, integral, contínuo e de qualidade. Iremos investir em Gestão Regionalizada nas Políticas sobre Drogas, Atenção Básica (Saúde da Família), Atenção à Mulher e a Criança, Atenção ao Idoso, Saúde Bucal, Atenção Hospitalar e Vigilância em Saúde.
Mais especificamente, nossa gestão priorizará cuidar bem das pessoas com propostas consistentes. Construiremos um novo hospital municipal, duas novas unidades de pronto atendimento para urgência e emergência - 24hs e um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para realização de consultas com especialistas, exames diagnósticos e pequenas cirurgias. Ainda, ampliaremos e modernizaremos o Programa Saúde da Mulher para atendimento à mulher com equipe multidisciplinar, prevenção de câncer, saúde reprodutiva, desde a adolescência até a idade adulta, entrando na menopausa. Ações essas que serão firmadas parcerias com entes públicos e privados, e com a sociedade civil; não mediremos esforços para buscar investimentos nessa área.
Também preocupado com o futuro de nossos jovens, implantaremos o programa de enfrentamento às drogas e ampliaremos o atendimento de dependentes químicos, isso firmando parcerias com as comunidades terapêuticas do município. Além disso, fortaleceremos as políticas públicas de prevenção ao uso de drogas, e proveremos o tratamento aos dependentes e apoio às suas famílias. Iremos fortalecer os núcleos de Apoio à Saúde da Família - Nasf, além de ampliar as equipes de Estratégia de Saúde da Família. E para concluir, sabemos que para a realização de um bom atendimento aos usuários de saúde pública precisamos de profissionais motivados e competentes, para isso, valorizaremos os profissionais da saúde investindo em sua capacitação e qualificação, com boas condições de trabalho, ampliação do quadro de profissionais e melhores salários.

PROPOSTAS DE ERNANI DE PAULA

A Saúde deve ser prioridade em qualquer administração por se tratar de um direito essencial do cidadão. E sobre este tema posso falar com propriedsde, já que foi um dos destaques na minha primeira administração, alcançando indicadores que permitiram e levaram à municipalização do setor.
As medidas que proponho passam pela implementação e reorganização dos serviços de Saúde, promovendo sua integração nos níveis primário (Atenção Básica), secundário (Unidades Ambulatoriais Especializadas) e terciário (Hospitais Públicos). Paralelamente, vamos aumentar a oferta de leitos públicos na cidade, reestruturando definitivamente o Hospital Municipal e criando o Hospital Metropolitano de Anápolis.
Também faz parte do nosso programa de governo consolidar e efetivar parcerias profícuas com a rede conveniada filantrópica e particular, sempre pautando-as pela transparência. Isso implica na revisão de contratos, no cumprimento de prazos de pagamentos e repasses, assegurando o pleno funcionamento das instituições e a eficiência no atendimento à população.
O Programa de Saúde da Família (PSF), implantado em minha gestão, será ampliado e qualificado, assim como a cobertura de todos os programas ministeriais de Atenção Básica e Especializada na cidade, como Hipertensão, Diabetes, Saúde da Mulher, Saúde do Idoso, Saúde Bucal, Saúde Materno Infantil, DST/AIDS e Saúde Mental. O mesmo se aplica aos atendimentos especializados em Cardiologia, Neurologia e Neurocirurgia, Oncologia, Hematologia, entre outros.
Completam meu plano de ação, a integração da Saúde municipal com as faculdades da cidade nas áreas de medicina, enfermagem, odontologia, educação física, psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional; assim como o apoio para a criação da Faculdade de Saúde Pública, implementando gestão, planejamento e auditorias dos serviços de Saúde. Vou apoiar o Conselho Municipal de Saúde e desmembrá-lo por regiões, de maneira a descentralizá-lo, ouvindo mais de perto a população.

PROPOSTAS DE JOÃO GOMES

Anápolis caminha no rumo certo para garantir uma saúde de qualidade. Um dos maiores investimentos feitos pela atual administração municipal foi a implantação da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas, vista como referência por profissionais e órgãos que atuam no setor da saúde.
O prédio, com mais de 3.300 m², ultrapassou as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde - de 1.300m² , realiza mais de 10.420 atendimentos mensais e conta com uma equipe de 291 profissionais de saúde.
Na unidade, inaugurada pelo prefeito João Gomes em 2014, a comunidade encontra atendimento emergencial dia e noite em várias especialidades médicas como pediatria, ortopedia, odontologia, entre outras. Também são oferecidos serviços multidisciplinares por assistentes sociais; nutricionistas; farmacêuticos; enfermeiros; biomédico e técnicos de enfermagem, laboratório, radiologia e gesso.
A UPA 24 horas, que já é uma referência no Centro-Oeste, passou a atrair cidades de outras regiões do Brasil. Os gestores de secretarias de saúde ou organizações sociais de vários municípios buscam entender o funcionamento da unidade. Recentemente a unidade recebeu a visita do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas, uma Organização Social (OS), que atua no setor da saúde em Rondônia, Tocantins e Amazonas. A unidade também serviu de modelo para a finalização do projeto de UPA de Luziânia e é tida como modelo de estrutura física e atendimento para o Ministério da Saúde.
Hoje a unidade é essencial para o Sistema Único de Saúde do município e da Regional Pirineus e completa a rede de atendimento 24 horas, que também conta com os serviços do SAMU, Cais Abadia Lopes da Fonseca, Cais Progresso, Hospital Municipal Jamel Cecílio além das unidades credenciadas Santa Casa de Misericórdia, Maternidade Dr. Adalberto e Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santilo (Huana).

PROPOSTAS DE PEDRO CANEDO

A saúde pública em Anápolis precisa melhorar muito. Sou médico oftalmologista com mais de 40 anos de experiência, conheço os problemas neste setor e sei como solucioná-los. A nossa primeira ação será construir o Hospital da Jaiara, para atendimentos, exames e cirurgias eletivas. Este projeto foi criado por mim, e por meio dele, a população terá um atendimento de qualidade e eficiência à saúde.
Em nossa gestão, vamos criar um Sistema Integrado e Informatizado de agendamento de exames. Assim, o médico poderá marcar o exame no momento da consulta, agilizando todo o processo até o retorno. Vamos implantar o atendimento em pediatria e ortopedia 24 horas e ampliar o atendimento em obstetrícia nos hospitais.
Temos como objetivo também, criar o Laboratório e Clínica de Radiologia Municipais, oferecendo exames de alta complexidade gratuitos, como ressonância magnética.
Como prefeito, vamos ampliar e modernizar a maternidade Doutor Adalberto, a Santa Casa, o Sanatório Espírita e o Hospital Municipal, sendo que, neste último, vamos criar o Centro Materno Infantil. Vamos melhor a estrutura física dos CAIS do Jardim Progresso e Jardim Calixto e Construir UPA 24 horas em todas as quatro regiões da cidade. Com isso, também será ampliado o número de leitos de UTI adulto e infantil.
É preciso humanizar o atendimento médico odontológico e investir na saúde preventiva; Investir e contratar profissionais com especializações nas diversas áreas da Medicina, Odontologia, Farmácia, Bioquímica e Enfermagem.
Outra proposta nossa é a valorização e monitoramento da atuação dos profissionais de saúde no município. Eles precisam, e nós vamos oferecer condições de trabalho, não deixando faltar materiais e medicamentos.
Por fim, vamos apoiar e ampliar as equipes de saúde da família e, criar a Bolsa Universitária para os profissionais de saúde, dentro do programa da Bolsa Universitária Municipal.

PROPOSTAS DE JOSÉ DE LIMA

A área da saúde é um dos grandes desafios que enfrentaremos na gestão de Anápolis. Os leitos não são suficientes, as condições de atendimento são desumanas em muitos casos. Filas de espera em postos de saúde, hospitais e inclusive filas para cirurgias que deveriam ser urgentes, são reflexos do alarmante descaso que a população sofre. Em uma administração precária, não apenas nos serviços de saúde.
Esta realidade tem que ser encarada com urgência. Como medida emergencial, nossa proposta é realizar mutirões de consultas e cirurgias. Ação, que visa à normalização do atendimento à grande demanda de pacientes, eliminando as filas de espera. A solução dos problemas por sua vez, exige ainda outras medidas importantes. Nos bairros mais populosos, novas unidades de saúde devem ser construídas e implantadas, as enfermarias precisam sem ampliadas e novos leitos disponibilizados.
Por fim, a contratação de mais especialistas e servidores da saúde, gera um ambiente favorável para o atendimento à população. Nas frentes de prevenção, vamos intensificar as ações, a fim de conscientizar a população mais vulnerável quanto aos riscos do uso de drogas, doenças sexualmente transmissíveis. E vamos oferecer também melhor atendimento a pacientes psiquiátricos, apoiando e valorizando o Hospital Espírita de Psiquiatria de Anápolis.
O atendimento aos autistas e portadores de necessidades especiais, também um assunto importante a ser abordado. Programas como o de equoterapia, devem ser revitalizados. Queremos empenhar nosso esforço em prol desta causa e aperfeiçoar o incentivo às instituições que trabalham para oferecer mais qualidade de vida e inclusão social a essas pessoas.
Há muito a ser feito, mas começando agora a gente alcança junto o futuro que sonhamos. E vamos trabalhar para isso, mais saúde pra cidade, mais qualidade de vida, é o que propomos em nossa administração. Assim a saúde em Anápolis muda, muda pra melhor.

PROPOSTAS DE ROBERTO DO ÓRION

Primeiramente precisamos definir que a saúde não é apenas o atendimento médico e laboratorial. Entendemos a saúde também como a prevenção e com os serviços básicos de saneamento como água e esgoto. Nesse ponto, os números que o Ministério da Saúde através do SIAB (Serviço de Informação a Atenção Básica) disponibiliza são preocupantes: 53,6% das famílias anapolinas atendidas pelos programas Saúde da Família e Agentes Comunitários da Saúde não possui rede regular de esgoto sanitário. Em nosso município, ainda há centenas de famílias que sobrevivem com esgoto a céu aberto. Para mudar essa situação, precisamos privatizar o serviço de esgoto, de forma que a nova concessionária se comprometa a realizar os investimentos necessários para universalizar o serviço e ainda, com o dinheiro desse processo, iremos construir uma estação de captação capaz de abastecer toda a cidade.
Além disso, nosso Planejamento de Trabalho para a Saúde, estipula 3 pontos de melhorias: sistemas de prevenção, melhoria no atendimento e valorização do servidor.
No sistema de prevenção, destacam-se ações como ampliar, capacitar e motivar as equipes de atendimento do PSF, implantação de mutirões para procedimentos cirúrgicos eletivos e ambulatoriais em todas as regiões da cidade e o fortalecimento do Conselho Municipal de Políticas Públicas Contra as Drogas.
Para a melhoria no atendimento à população, estipulamos as ações criativas e funcionais como o CEP, Centro de Especialidades Pediátricas que será criado numa das unidades de saúde para oferecer exclusivamente atendimento pediátrico 24 horas por dia. Assim, não importa a hora, o pai e a mãe de família saberão exatamente o local para buscar atendimento a seus filhos. Outra ação inovadora é o Financiamento Municipal de Ensino. Através dele, a prefeitura custeará parte da mensalidade de futuros médicos que, como forma de pagamento, irão trabalhar no atendimento a população. Através desse mecanismo, com o valor da contratação de um único médico, multiplicaremos o atendimento por seis.

PROPOSTAS DE VALERIANO ABREU

Tendo em vista uma gestão focada no ser humano em primeiro lugar, Valeriano desenvolveu um plano de ações para melhorar a qualidade da assistência à saúde oferecida à população de Anápolis.
1- Construir mais Unidades Básicas de Saúde e reestruturar as existentes com equipamentos, medicamentos, médicos, farmacêutico, dentista, nutricionista e fisioterapeuta, aumentando a cobertura do serviço prestado atualmente; 2- Construir a casa da Mamãe: Casa de Parto referência em atendimento às gestantes, desde o pré-natal até o parto e pós-parto, promovendo o atendimento humanizado à mulher; 3- Criar o Centro Integrado de Coordenação e Controle das ações de saúde, promovendo a integração de todo o sistema municipal de saúde de modo a aperfeiçoar permanentemente o atendimento ao cidadão; 4- Reestruturar o Hospital Municipal, construindo leitos de internação e UTI's; Transformar o Cais do Jardim Progresso em Hospital; 5- Criar o Programa Saúde pra você, através do qual será promovida a agilidade nos atendimentos (consultas, exames, cirurgias, etc.), será disponibilizada ambulância para transporte de pacientes, será promovida a entrega domiciliar de medicamentos para pessoas de difícil locomoção, dentre outros; 6- Valorizar os profissionais da saúde e contratar mais especialistas, inclusive, pediatras; 7- Ampliar o Serviço Especializado de Reabilitação; 8 – Promover a Saúde preventiva por meio da Estratégia Saúde da Família (ESF), com equipe multiprofissional e através do esporte, lazer e educação alimentar; 9- Atendimento completo aos idosos: saúde, proteção e lazer; 11- Oferecer atendimento eficaz aos dependentes químicos; 12- Criar serviço de informação ao cidadão, sobre especialidades, consultas, etc.; Para Valeriano, a saúde precisa ser priorizada, o cidadão precisa ser tratado com respeito e dignidade. Maiores informações: www.valeriano20.com

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Câmara homenageia professores com a outorga de comendas

20/10/2017

A Câmara Municipa, realizou, na última terça-feira,17, no Teatro São Francisco, sessão solene para a outorga da Comenda ...

Justiça faz trocar armas com defeito

20/10/2017

O juiz de direito da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Ricardo Prata, acatou ação impetrada pelo Governo de Goiás e d...

Governo faz homenagem a jovens com a comenda

20/10/2017

A ação transformadora da juventude e a reafirmação das liberdades democráticas foram destacadas pelo governador Marconi ...

Baldy relata projeto de fiscalização em insntituições financeiras

19/10/2017

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (18), o projeto de lei que aumenta o poder de Banco Central do B...