(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Galo quer vencer a Caldense sem sofrer gol

Esportes Comentários 22 de julho de 2016

Time de Ricardo Drubscki inicia a segunda fase da serie D, recebendo a Caldense (MG) e o mata-mata tem o mesmo regulamento da Copa do Brasil.


O Anápolis conseguiu a classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D com dificuldades. Terminou em segundo lugar do grupo A-11 e, agora, vai enfrentar a Caldense (MG) que se garantiu na primeira posição do grupo A-13. O primeiro duelo entre as duas equipes acontece neste domingo no Estádio “Jonas Duarte” às 16:00hs. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) programou a partida de volta para o dia 31 de julho em Poços de Caldas. Quem avançar vai enfrentar o vencedor do confronto entre URT (MG) e Volta Redonda (RJ). Restaram 32 equipes e o Anápolis, para chegar à Série C, terá que passar pelas próximas três fases.
A campanha tricolor, na primeira fase, foi marcada pela boa atuação do sistema defensivo, que não sofreu gol em cinco dos seis jogos. O time tem a sexta melhor defesa entre as 68 equipes que iniciaram a competição. Em casa, o Galo não perdeu. Foram duas vitórias e um empate. A Caldense, também, tem números positivos. Sofreu, apenas, um gol e terminou como a defesa menos vazada. O time mineiro, também, está invicto fora de casa, pois venceu as três partidas contra: Espirito Santo, Audax (SP) e Boa Vista (RJ).

Preparação
O Técnico Ricardo Drubscki conseguiu dar mais qualidade ao futebol que o Anápolis apresentou nos dois últimos jogos e, aos poucos, implantou sua filosofia de trabalho. Deu padrão tático à equipe, após o desmanche do elenco que disputou o Goianão. Chegaram vários reforços e, para a partida deste domingo (24), o Tricolor terá uma nova dupla de ataque: Régis, que estreou em Sinop na vitória por 2x0, marcando o segundo gol, e, Viola, muito conhecido do torcedor anapolino, pois defendeu a Anapolina em outras temporadas. O jogador teve seu nome publicado no BID da CBF na última terça-feira. Com isso, Ricardo Drubscki já o testou entre os titulares.
O time tem outras mudanças. Na defesa, o retorno de Renato Just, que desfalcou o Anápolis na partida do último domingo, por estar suspenso com três cartões amarelos. Quem, também, estava suspenso, só que por expulsão, era o volante Leandro Bulhões. Ele tem retorno garantido. Já, o lateral Marcelo, ainda se recupera de uma contratura muscular e é duvida. A provável formação do Anápolis: João Victor; Marcelo (Caíque); Igor, Renato Just e Marinho Donizete; Leandro Bulhões, Marcos Paulo, Neílson e Nélio; Régis e Viola. Com um time mais entrosado o Galo quer obter um grande resultado e espera o apoio da torcida.

Autor(a): Humberto Castro

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Esportes

Cresce o número de praticantes de futevôlei

16/11/2018

Anápolis não tem praia, mas tem quadras de areia que abrigam, cada vez mais, praticantes do futevôlei. O esporte é origin...

Rubra pretende fazer parcerias

16/11/2018

Antes de deixar a Cidade, Pachequinho, contratado para ser o treinador da Anapolina na temporada 2019, revelou que vai ajudar...

Grêmio Anápolis inicia contratações

16/11/2018

O atacante Nathan, que se destacou nas últimas duas temporadas pelo Duque de Caxias, tem um novo destino. O jogador, que che...

Definida a fórmula de disputa

08/11/2018

Aconteceu na manhã de quinta-feira (8), em Goiânia, o Conselho Técnico do Campeonato Goiano de 2019. A competição terá ...