(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Fórum Empresarial quer parte da Plataforma para ampliar o DAIA

Economia Comentários 09 de setembro de 2016

Empresários dizem que Anápolis perde novos investimentos por falta de áreas


Iniciativa do Fórum Empresarial de Anápolis, que tem como membros a Associação Comercial e Industrial, a Câmara de Dirigentes Lojistas e vários sindicatos patronais, foi encaminhado ao Governador Marconi Perillo, um documento em que se sugere a disponibilização de, pelo menos, parte da área destinada à Plataforma Logística multimodal, para a acomodação de projetos industriais. As principais alegações são de que muitos empreendimentos que poderiam ser implantados em Anápolis migram para outras regiões do Estado pela absoluta falta de espaços no Distrito Agro Industrial, ou demais setores disponibilizados. O Fórum Empresarial justifica que, embora seja um projeto avançado, a Plataforma Logística nunca se efetivou para as finalidades para as quais foi criada, ou seja, não tem qualquer empresa da iniciativa privada em sua área, embora conte com toda a infraestrutura adequada para tanto.
De acordo com o Fórum Empresarial, enquanto isso ocorre, Anápolis perde muito com a evasão de empresas para outros municípios. De acordo com as informações do Fórum Empresarial, a Plataforma Logística tem mais de seis milhões de metros quadrados de área totalmente ociosos, espaço que poderia abrigar um bom número de indústrias e outros empreendimentos.
Segundo o Presidente da ACIA, empresário Anastácios Apostolos Dagios, é perfeitamente possível a conciliação dos dois projetos - manutenção da Plataforma e a instalação de indústrias em sua área de abrangência - tendo em vista o anúncio da criação de novos distritos industriais no Município ainda estar na fase de probabilidade e de informações, não tendo, até agora, nenhum dado efetivo que sinalize para o início da implantação destas áreas. “Além do mais, não se implanta um distrito industrial em curto espaço de tempo. E, a Plataforma já está pronta. Tem energia, água, arruamento e outros projetos necessários para o funcionamento de parques industriais.
A defesa desta divisão da área da Plataforma Logística é feita com base em dados da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Goiás (CODEGO) sucedânea da Goiasindustrial (Companhia dos Distritos Industriais do Estado de Goiás) que tem cadastradas várias propostas de implantação de fábricas em Goiás e, predominantemente, a preferência dos empresários é por Anápolis, devido às facilidades já existentes, como água, energia, ferrovias, boa malha rodoviária, mão de obra qualificada disponível e abrangência de um grande mercado consumidor. Anastácios Apostolos Dagios disse que esta divisão de área não atrapalharia a proposta original da Plataforma, com o funcionamento do Aeroporto de Cargas, as plataformas de embarque das ferrovias Norte Sul e Centro Atlântica, assim como, do Porto Seco Centro Oeste. “Pelo contrário, isto facilitaria a criação de um grande pólo logístico/empresarial, o que seria a redenção econômica de Anápolis e de toda a sua região de influência com dezenas de municípios limítrofes” disse. O Fórum Empresarial pretende avançar nesta discussão e quer promover um encontro com o Governador Marconi Perillo e os secretários ligados ao setor econômico.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...