(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Férias exige planejamento no orçamento familiar

Geral Comentários 22 de julho de 2016

Dia do órgão do consumidor e harmonizar programação com gastos que cabem no bolso


Para muitos pais, não se programar com antecedência para as férias do mês de julho, pode significar um gasto a mais no orçamento familiar. Mas para aqueles que ainda que não tenham feito um planejamento prévio e pretendem aproveitar o período de férias com os filhos devem ficar de olho na programação de gastos.
Sair da rotina pode trazer descanso, tranquilidade e repor as energias para o reinício das atividades. Contudo, se o acompanhamento financeiro não for monitorado, o estresse causado pelo descontrole financeiro já no reinício das atividades será inevitável. Desta forma, mesmo nas férias, a regra básica de gastar dentro da capacidade do orçamento é fundamental, alerta do Procon.
Todo gasto deve ser rigorosamente anotado. Viajando, ou não, os custos nas férias costumam ser mais altos. Por isso, outro alerta é não se esquecer que as despesas fixas mensais continuam, como: água, luz, telefone, alimentação, transporte, dentre outras.
Se seu filho está de férias, mas você não conseguiu a liberação do seu trabalho, dependendo da idade do seu filho, existem duas boas alternativas: acampamentos e colônias de férias. É uma forma de garantir a diversão das crianças, já que nesses lugares estão programadas atividades para tempo integral. Os preços podem variar muito de acordo com cada programação e pacote. Neste caso, pesquise bem os preços das diárias e pacotes e veja qual cabe no orçamento.
Caso se interesse em contratar uma empresa, ou um clube, que esteja oferecendo colônia de férias é muito importante que pesquise sobre o contratado. Procure saber se o local tem a infraestrutura necessária para a segurança do seu filho. Se possível, visite o lugar para conhecer as instalações. Verifique com pessoas próximas, ou na internet, a reputação da empresa, ou do clube, que pretende contratar. É muito importante que os responsáveis busquem referências sobre os profissionais que atuarão na colônia de férias, obtendo informação sobre a quantidade de funcionários disponíveis e a qualificação deles. Além disso, é fundamental verificar se a colônia possui uma equipe para dar os primeiros socorros em casos de acidentes.

Atenção
Após avaliar a situação real das finanças, inclua no orçamento o quanto pretende e pode gastar no período de férias, fracionando um valor a ser gasto, aproximado, entre os dias previstos para as férias. Leve em conta possíveis viagens, ingressos de cinema, lanches, idas no parque e até mesmo imprevisto durante a viagem (paradas para refeições, problemas no veículo, etc).
-Não se esqueça que durante esses passeios você e seu filho podem ter gastos supérfluos, então inclua no orçamento. Aproveite para colocar em prática a chamada “educação financeira”. Você vai conversar com seu filho sobre o valor disponível a ser gasto durante o mês e junto com ele vai organizar os passeios, definindo prioridades para que nenhuma brincadeira fique de fora.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cartões do Renda Cidadã estão no radar do MPF

20/04/2018

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio de sua Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), instaurou, na últi...

Memorial resgata parte da história do classismo e da economia local

20/04/2018

Um acontecimento casual levou à descoberta de um acervo importante para o resgate da história da Associação Comercial e I...

Mãe se diz punida, apenas, pelo seu inconformismo

20/04/2018

Desde a morte do filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, ocorrida em novembro de 2014, quando o mesmo contava, então, com 24 ano...

PRF se engaja em campanha “Eu sou do bem, Eu sou de Deus”

20/04/2018

Na manhã da última quarta-feira, 18, mais um passo importante foi dado para tornar nacionalmente difundida a campanha “Eu...