(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Frente Parlamentar quer fortalecer casas de recuperação

Geral Comentários 06 de setembro de 2013

Um dos objetivos é integrar as unidades no Conselho Municipal de Combate às Droga


Frente Parlamentar de Combate às Drogas se reuniu com diretores de casas de recuperação de Anápolis nesta quinta-feira,05, na sede do Projeto Esperança. O objetivo do encontro foi discutir a participação de representantes destas entidades no Conselho Municipal de Combate às Drogas. O grupo também tratou de leis que podem auxiliar as casas a conseguirem mais verbas públicas para suas atividades.
O presidente da Frente Parlamentar, vereador Wederson Lopes (PSC), lembrou que esta é a terceira reunião com os diretores e que há dificuldade no trabalho realizado por essas entidades por falta de representatividade nas discussões municipais. “O objetivo é indicar três participantes porque essas pessoas trabalham diretamente com a recuperação de usuários e podem contribuir muito com o que hoje é feito no município, discutir políticas públicas e resolver os problemas”, afirmou.
Os vereadores Pastor Wilmar Silvestre (PT), Gleimo Martins (PTN), Paulo de Lima (PDT) e Vespa (PSC) também participaram da reunião e compartilharam da mesma opinião do parlamentar. Para eles, é importante que o grupo mantenha-se unido e continue lutando por essas causas, mesmo diante de burocracias.
Segundo o presidente do Projeto Esperança, Rodrigo Gomes da Silva, muitas casas terapêuticas têm interesse em participar dos movimentos municipais. “Nosso trabalho não é fácil e precisamos estar inseridos nesses fóruns para conseguirmos mais recursos e recuperarmos mais pessoas”.
Durante a reunião, a advogada Fernanda Martins detalhou leis que obrigam o Poder Público a repassar ajuda financeira para essas instituições, mas, conforme explicou, em Anápolis é preciso haver um projeto específico. “Muitas cidades têm uma legislação que determina uma porcentagem do orçamento para essas entidades. Os vereadores podem se reunir e elaborar algo parecido com o que hoje existe para a educação e saúde”, acrescentou.
A respeito desta proposta, Wederson Lopes informou que a Câmara Municipal recebeu do Executivo os projetos de lei que tratam da Lei Orçamentária Anual e do Plano Plurianual. Ambos tratam das despesas da Prefeitura para todas as obras e serviços executados no município. O parlamentar disse que os vereadores vão analisar os documentos e verificar se há verbas já destinadas para as casas de recuperação. “Se não houver, vamos trabalhar uma forma de incluir emendas ou criar um projeto que as beneficie”, finalizou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Mais de 500 mil empresas são excluídas do Simples Nacional

17/01/2019

Por causa de irregularidades no Simples Nacional, a Receita Federal excluiu 521.018 empresas do programa. Os empresários nã...

INSS divulga calendário de pagamentos para os aposentados

17/01/2019

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% e...

Turismo goiano será incentivado

17/01/2019

A primeira conversa do novo presidente da Goiás Turismo com empresários, secretários de Turismo e presidentes de Conselhos...

Cadastramento para o Passe Livre começa e terá mais fiscalização

17/01/2019

A Secretaria de Governo anunciou, nesta quarta-feira, dia 16, que fará a verificação minuciosa dos cadastros efetuados no ...