(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Força Nacional: Deputados vão apurar condições precárias de agentes no Rio

Política Comentários 15 de julho de 2016

Presidente da Comissão de Segurança Pública, Deputado Alexandre Baldy, acha medida importante para resguardar integridade das forças de segurança


Deputados integrantes da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizando (CSPCCO), da Câmara dos Deputados, vão até o Rio de Janeiro na última semana de julho para verificar as condições do sistema de Segurança dos Jogos Olímpicos. A ação acontece a partir de requerimento (Req. 147/16) de autoria do deputado Rocha (PSDB-AC) que também pede a averiguação das instalações dos soldados da Força Nacional destacados para a segurança do evento.
Para o presidente da CSPCCO, deputado Alexandre Baldy (PTN-GO), é necessário conferir se a Polícia Militar e os soldados da Força Nacional estão recebendo condições dignas de trabalho. “Não podemos permitir que a duas semanas dos jogos, a segurança do evento seja colocada em cheque. Atuaremos o mais rápido possível para que esses agentes possam receber condições humanas de trabalho e desempenhem suas funções com toda capacidade neste momento difícil e decisivo para o País, onde temos um governo fragilizado no Rio de Janeiro”, destacou.
Baldy ressaltou que as devidas cobranças serão encaminhadas ao ministro da Justiça Alexandre de Moraes para que junto ao secretário de Segurança do Estado do Rio, José Mariano Beltrame, tomem as medidas cabíveis para melhor alocar os agentes da Força Nacional que participarão do esquema de segurança da Olimpíada enfrentam no Rio de Janeiro.
Atualmente, os agentes estão alojados no condomínio Vila Carioca, do “Minha casa, minha vida”, no bairro do Anil. Eles não podem circular armados pela Gardênia Azul e foram impedidos até de instalar internet nos apartamentos. “Alguns reclamam de falta de água e de mobília nos apartamentos, cama, colchões, geladeiras e até mesmo água potável”, afirma o autor do requerimento, deputado Rocha.
A CSPCCO também aprovou requerimento do deputado Ezequiel Teixeira (PTN-RJ) que pede ao governo do Rio de Janeiro esclareça como irá usar o repasse de R$ 2,9 bilhões do Governo federal (Req. 134/16) destinados com o objetivo de ajudar na segurança pública e que a “Força Nacional foi convocada, justamente, para atuar diante do caos na segurança pública do Rio de Janeiro e, agora, os agentes encontram-se desamparados pelo Estado”, conclui o deputado do RJ.

Autor(a): Renata Guimarães

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Próxima legislatura terá 21 partidos no parlamento estadual goiano

18/10/2018

A renovação política do parlamento estadual será de, praticamente, 50%, ou seja, 20 novos parlamentares do total de 41 se...

Audiência abre debate sobre relatório técnico das obras da nova Câmara

18/10/2018

Pela primeira vez após três anos de paralisação das obras do novo prédio da Câmara Municipal de Anápolis o assunto foi...

Equipe de transição será altamente técnica, garante Governador eleito

18/10/2018

Por meio de sua assessoria, o Governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado, do Democratas, informou que deve anunciar na próx...

Derrota nas urnas e prisão. O inferno astral vivido por Marconi Perillo

11/10/2018

O ex-governador de Goiás por quatro mandatos, ex- Senador e ex-deputado Federal, Marconi Perillo (PSDB), vive um verdadeiro ...