(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Fiscalização no Araguaia será mais rigorosa

Meio Ambiente Comentários 03 de julho de 2015

Operação Araguaia 2015 já foi deflagrada e promete ser mais rigorosa na temporada deste ano


 A Secretaria das Cidades e do Meio Ambiente (Secima) desenvolveu uma programação voltada para o combate à degradação ambiental e para a conscientização dos turistas e da população ribeirinha. Em entrevista coletiva realizada na última terça-feira,30, o secretário Vilmar Rocha explicou que este ano a Secima ampliou o foco de ação no mês de julho, no combate ao desmatamento ilegal e tráfico de animais, sem deixar de combater a pesca e a caça irregulares. "O rio Araguaia é um grande patrimônio ambiental e turístico do Estado e a fiscalização intensificada visa também chamar a atenção de todos para a importância desta bacia hidrográfica”, ressaltou.


Equipes de fiscais da Secima estarão nos postos de fiscalização e no rio, com visitas a acampamentos e abordagem a barcos de pescadores. O objetivo é coibir a pesca e a caça predatórias, além do transporte e comercialização ilegal de animais e peixes. "O trabalho na região é permanente. Além de mobilizar milhares de turistas que vão para lá nesse período, há também o efeito educativo e fica evidente que o Estado continua dando muita importância à preservação do Araguaia”, completou o secretário. 


Os fiscais também vão orientar os turistas sobre práticas sustentáveis, armazenamento dos resíduos sólidos, segurança na navegação e para banhistas, entre outras atividades. Vale lembrar que a Lei Cota Zero proibe em Goiás o transporte de pescado. "Os peixes capturados devem ser consumidos no local e as espécies protegidas por lei, como é o caso do pirarucu, piraíba e pirarara, não poderão ser pescadas, adverte a superintendente de Fiscalização e Licenciamento Ambiental, Gabriela De Val.


Aqueles que presenciarem ou souberem de crimes ambientais poderão denunciar através do telefone 0800-646-2112. "Por meio da denúncia, fiscais da Secima serão deslocados para apurar as irregularidades", informou a superintendente.


A Secima também realiza a Campanha Araguaia + Limpo em todos os municípios da região. O trabalho consiste em percorrer os acampamentos e realizar a entrega de sacos de lixo onde deverão ser acomodados todo resíduo sólido produzido pelos turistas. Posteriormente, as equipes da Secima e das prefeituras parceiras vão recolher os resíduos e distribuir novos sacos de lixo. Este é o segundo ano consecutivo da Campanha Araguaia + Limpo. Em 2014, mais de 10 toneladas foram recolhidas, separadas e tiveram destino adequado.


 


Outras ações


Haverá ainda o monitoramento da qualidade da água no Araguaia, nas regiões que concentram maior número de turistas. Em 2014, esse monitoramento mostrou que o rio mantinha boas condições de balneabilidade.


Em parceria com a Saneago, a Secima vai distribuir coletores de óleo de cozinha em acampamentos e no comércio local, como forma de evitar que milhares de litros de óleo sejam despejados diretamente no rio. Centros de coleta também serão montados nas cidades turísticas.


Um barco vai percorrer o rio com a equipe de educação ambiental da Secima, responsável pela orientação dos turistas quanto à legislação ambiental e quanto às medidas sustentáveis que devem ser mantidas para que o Araguaia continue a ser um dos maiores símbolos da riqueza natural de Goiás. Vale lembrar que a responsabilidade de preservar o meio ambiente é de todos: poder Público e sociedade.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Meio Ambiente

Ibama-DF promove fiscalização no lago de Corumbá

05/07/2018

Inspeção feita pelo Ibama do Distrito Federal no reservatório (lago) da UHE Corumbá IV, flagrou diversas infrações, com...

Número de queimadas já é maior que o do primeiro semestre de 2017

05/07/2018

Embora ainda não esteja em seu ponto crítico, o número de queimadas em Anápolis praticamente dobrou até o final de junho...

MP sugere área de proteção no Piancó

28/06/2018

Com o objetivo de aproveitar as tratativas para a aplicação de um novo modelo de gestão para a exploração dos serviços ...

Transposição de águas do Capivari para o Piancó não garante licença para novos condomínios

07/06/2018

A transposição de água do Ribeirão Capivari para o Ribeirão Piancó, onde ficam as bombas de propulsão que remetem a ch...