(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Financiamento com cartão promete reaquecer construção

Geral Comentários 02 de dezembro de 2016

Com uma nova modelagem, Caixa lança Cartão Construcard para construção, reforma e ampliação de imóveis. Linha de crédito conta com R$ 7 bilhões de orçamento


As agências da Caixa Econômica Federal, em Anápolis, já estão operando a linha de crédito com o cartão Construcard, uma aposta do Governo Federal para reativar a cadeia produtiva da construção civil, que é um segmento de alto potencial para a geração de empregos. A linha de crédito conta com cerca de R$ 7 bilhões de orçamento e uma estimativa de atender a mais de dois milhões de pessoas em todo o País para construção, reforma e ampliação de imóveis residenciais.
O superintendente regional da Caixa, Wilson Zarpelon, em entrevista ao CONTEXTO, explicou que, nesta modalidade, não há limite para o valor do crédito, sendo que o mesmo será definido com a análise da capacidade de pagamento do cliente. O juro do financiamento é de 2,7% ao mês e, no caso do tomador não utilizar todo o recurso que obteve, esse juro será cobrado somente em cima do valor efetivamente usado. Ou seja, se o crédito foi de R$ 20 mil e o cliente utilizou R$ 15 mil, o juro será sobre este montante. E, eventualmente, ele poderá também, se for o caso, fazer um novo contrato para ter acesso ao restante do crédito. O prazo de pagamento pode chegar até 240 meses, dependendo do contrato.
Wilson Zarpelon lembrou que o cartão já existia, mas foi retomado agora incorporando mais vantagens como, por exemplo, a possibilidade de compra de equipamentos para reaproveitamento de água, de sistemas de aquecimento solar e energia fotovoltaica, sistemas de segurança residencial e, também, mobiliário feito sob medida. Com o mesmo cartão o crédito contratato poderá, então, ser utilizado na reforma do imóvel e na compra desses equipamentos. Além disso, o cartão poderá ser utilizado em mais de um local diferente. Assim, se o cliente optar em comprar material básico em uma loja e os pisos e revestimentos em outra, poderá fazê-lo sem nenhum problema. Mas, é necessário que o estabelecimento esteja credenciado junto à Caixa para fazer esta venda com o Construcard.
“Quando o cliente tem o seu cadastro aprovado, ele é automaticamente informado sobre as lojas cadastradas”, disse, acrescentando, inclusive, que o banco está aberto para receber adesões de empresas que atuam no segmento de material de construção para operar com o cartão, que tem uma vantagem – acrescentou - “é um cartão para pagamento à vista”.
As pessoas interessadas em se habilitar ao crédito disponibilizado pelo cartão Construcard devem procurar uma agência da Caixa, munido dos documentos pessoais, comprovantes de rendimento e de endereço. O financiamento pode sair para o imóvel que está em nome de terceiro. Se um tomador mora na casa do pai ou da mãe, o crédito vai para o endereço mencionado. O cartão sai logo após a aprovação do contrato e, à medida que o mesmo for utilizado, o cliente poderá receber mensagens por meio de um aplicativo de celular, com as informações da compra efetivada e o saldo existente.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Construtores vão arrecadar doações

24/11/2017

No início da noite da última terça-feira,21, foi realizada a solenidade de lançamento de mais uma edição do projeto ACA...

Genérico contra o câncer de próstata

24/11/2017

Os pacientes que enfrentam o câncer de próstata poderão contar com mais uma alternativa de tratamento: na próxima segunda...

Médica anapolina no comando de UTI

24/11/2017

A médica Ludhmila Hajjar vai assumir a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em Brasília. Bastant...

Lei institui o programa MP de Olho na Bomba

24/11/2017

Foi publicada no Diário Oficial de Goiás da última terça-feira, 21, a Lei nº 19.888, que aprova o projeto MP de Olho na ...