(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

FIEG homenageia empresários anapolinos

Geral Comentários 30 de maio de 2014

Os empresários Edson Tavares (Porto Seco) e José Ricardo (Café Rancheiro), figuraram a lista dos nove agraciados com a honraria


Nesta quinta-feira,09, no Centro Cultural Paulo Afonso Ferreira - Teatro Sesi, em Goiânia, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) homenageou personalidades com a Medalha da Ordem do Mérito Industrial, mais elevada condecoração da indústria. A honraria é concedida em reconhecimento do setor produtivo por relevantes serviços prestados ao desenvolvimento socioeconômico do Estado e do País.
Os condecorados pela Ordem do Mérito Industrial da Fieg são: Antônio Benedito dos Santos, da Creme Mel Sorvetes; Cláudio Teixeira, da Italac; Edson Tavares, do Porto Seco Centro-Oeste; Haley Margon Vaz, ex-prefeito de Catalão; Ilézio Inácio Ferreira, da Consciente Construtora; José Evaristo dos Santos, presidente da Fecomércio; José Ricardo de Oliveira, do Café Rancheiro; José Taveira Rocha, secretário de Estado da Fazenda; e Luiz Maronezi, presidente da Goiás Fomento.
Criada em 1958 pela CNI para distinguir personalidades e instituições pelos relevantes serviços prestados à indústria e ao País, a Medalha da Ordem do Mérito Industrial foi instituída por inspiração do exemplo de pioneiros do setor produtivo que, com criatividade e visão de futuro, forjaram as bases do moderno parque industrial brasileiro. A exemplo da CNI, a Fieg instituiu, em 1968, seu Mérito Industrial, como reverência do segmento industrial a empresários e personalidades que se destacaram no cenário goiano.

Anapolinos
Dois anapolinos receberam a homenagem. Edson Tavares da Silva é atualmente superintendente do Porto Seco Centro-Oeste de Anápolis, o terceiro maior do Brasil, depois de ser seu diretor de logística e diretor administrativo-financeiro. Na Pprefeitura de Anápolis, Edson Tavares da Silva ocupou três secretarias. Presidiu o Sindicato das Empresas de Transportes de Anápolis (Setran) e foi diretor da Federação Interestadual das Empresas de Transporte de Cargas duas vezes.
O empresário José Ricardo de Oliveira, fundador do Café Rancheiro e proprietário da JR Imóveis, José Ricardo de Oliveira já presidiu a Associação das Imobiliárias de Anápolis (AIA), é membro da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg Goiás) e do Conselho Consultivo da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), onde também ocupou uma diretoria. É formado em Economia.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cartões do Renda Cidadã estão no radar do MPF

20/04/2018

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), por meio de sua Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), instaurou, na últi...

Memorial resgata parte da história do classismo e da economia local

20/04/2018

Um acontecimento casual levou à descoberta de um acervo importante para o resgate da história da Associação Comercial e I...

Mãe se diz punida, apenas, pelo seu inconformismo

20/04/2018

Desde a morte do filho, Paulo Gabriel Lopes Tonetto, ocorrida em novembro de 2014, quando o mesmo contava, então, com 24 ano...

PRF se engaja em campanha “Eu sou do bem, Eu sou de Deus”

20/04/2018

Na manhã da última quarta-feira, 18, mais um passo importante foi dado para tornar nacionalmente difundida a campanha “Eu...