(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Festas de fim de ano no condomínio. Como organizar e evitar dores de cabeça

Geral Comentários 16 de dezembro de 2016

Nesta época do ano, é grande a corrida para os espaços de festas dos condomínios. As festas comunitárias podem ser uma saída para evitar conflitos


Está chegando a melhor época do ano. Cores, presentes, comida boa, família, amigos, união e carinho são palavras chaves no Natal e no Ano novo. Não só entre nossos amigos e familiares, mas também com nossos vizinhos, acabamos por criar alguns laços de afeto e carinho. Em um condomínio, onde os vizinhos dividem os mesmo espaços em comum, se cumprimentam nos elevadores, escadas e hall de entrada, é comum a realização de festas comunitárias tanto pela administração do condomínio quanto por um grupo de moradores.
Os salões de festas, no fim do ano, são amplamente requisitados pelos condôminos. Todos desejam realizar festas com seus amigos e familiares. Acontece que na maioria dos casos, todos querem agendar os salões de uso comum em um mesmo dia e horário, o que pode gerar uma dor de cabeça à administração do condomínio.
Um método que tem sido bastante disseminado em condomínios de médio e alto padrão, é a realização de um evento dentro do próprio espaço do condomínio, destinado à todos os moradores que tiverem interesse na confraternização em grupo. Se pararmos para analisar, além de ser algo que pode evitar maiores conflitos quanto aos agendamentos múltiplos no mesmo dia e horário, uma festa desse tipo contribui para uma aproximação dos vizinhos e moradores que participam da vida comunitária dentro do local.
Talvez não seja fácil organizar uma festa para tanta gente, mas de fato é uma solução viável. É possível contratar uma empresa que cuida da realização de eventos. Iluminação, música, buffet e decoração já estariam dentro do pacote. Bastaria apenas realizar uma cotação dos fornecedores para encontrar aquele que atenderia melhor às necessidades dos condôminos, cobrando o melhor preço.
A ideia, é claro, precisa ser apresentada aos moradores e aprovada pelos mesmo. Além disso, é necessário discutir e os gastos serão bancados com uma despesa à mais ou será retirada de um fundo que o condomínio dispõe.

Fonte: Seu Condomínio (www.seucondominio.com.br)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Previdência alerta para novo golpe de estelionatários

16/11/2018

Os servidores públicos devem estar atentos a um golpe que vem sendo aplicado por estelionatários. Por meio de carta e de co...

Multas e débitos de veículos já podem ser parcelados no cartão

16/11/2018

O parcelamento de infrações de trânsito já estão valendo em Goiás, desde a última segunda-feira, 12, pelo programa Par...

Assembleia Legislativa analisa convalidação do ICMS em Goiás

16/11/2018

O governador José Eliton encaminhou na terça-feira, 13, para apreciação da Assembleia Legislativa, o projeto de lei que c...

Campeonato de Tiro Esportivo reúne mais de 400 competidores do País em Anápolis

16/11/2018

Mais de 400 atiradores de todos os estados brasileiros participam da Etapa Final do XXXI Campeonato Brasileiro e Open Interna...