(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Feira da Solidariedade até no domingo

Geral Comentários 09 de dezembro de 2011

Objetivo da iniciativa é despertar o espírito solidário e promover na comunidade o sentido cristão do Natal. A Feira também o trabalho de instituições sociais da cidade


Na última quinta-feira, 08, foi realizada a solenidade de abertura da 3ª Feira da Solidariedade, organizada pela Diocese de Anápolis e pela Fundação São Miguel Arcanjo. O evento-que acontece no pátio da Catedral do Senhor Bom Jesus - ficará aberto ao público até o dia 11 de dezembro.
Estiveram presentes no evento o bispo de Anápolis, Dom João Wilk, o juiz da Infância e Juventude, Carlos Limongi Sterse, o promotor de Justiça e curador da Saúde do Município, Marcelo Henrique dos Santos, a responsável pelo Escritório Regional do Sebrae, Tânia Aparecida Silva, o presidente da Apae, Hélio Lopes, o superintendente da Caixa Econômica Federal, Ubiratan Lima de Oliveira, o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, Ten. Cel. Paulo Inácio e ainda os secretários municipais Mozart Soares (Desenvolvimento Econômico) e Augusto César de Almeida (Cultura).
A 3ª Feira da Solidariedade tem o objetivo de promover o espírito solidário, despertar a atenção da comunidade para o sentido cristão do Natal e dar visibilidade às ações sociais realizadas pelas comunidades. Participam neste ano da feira cerca de 45 expositores de artesanato, artigos religiosos, quadros e obras sacras. A programação prevê ainda apresentações artísticas e culturais.
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mozart Soares, a feira vem aos poucos conseguindo despertar o interesse e atrair a população para o evento. “É importante apoiar essa iniciativa, pois além de divulgar estes expositores, a feira ainda contribui com o Natal de outras pessoas, pois parte da renda é doada a instituições filantrópicas de Anápolis”, destaca.
Segundo o bispo de Anápolis, Dom João Wilk, as parcerias são fundamentais para a realização da feira. “Estamos na terceira edição do evento, com ele temos a oportunidade de fazer um pouco mais por aquelas pessoas que necessitam”, afirma.
O evento, além de propiciar a exposição promovida pelas instituições que desenvolvem ação social, também possibilita que o visitante adquira os produtos produzidos e expostos. A renda obtida pela comercialização ajuda a manter asilos, creches, hospitais, instituições de recuperação de drogativos e de assistência a portadores do HIV, entre outras ações importantes.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...