(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Fechada a compra dos substitutos dos Mirage

Segurança Comentários 28 de agosto de 2015

As aeronaves de fabricação sueca começam a chegar em 2019 e são ultramodernas


Agora é definitivo. Os governos do Brasil e da Suécia assinaram, na última terça-feira, 25, na Embaixada do Brasil em Londres, o contrato de financiamento no valor de US$ 5,4 bilhões para a compra de 36 caças supersônicos Gripen NG, da empresa sueca Saab. Essa era a última etapa para o início da fabricação dos aviões-caça. Desse valor, US$ 245,3 milhões serão para compra de armamentos e 39,882 bilhões de coroas suecas para a aquisição das aeronaves. De acordo com o Ministério da Defesa, os novos caças atenderão às necessidades da Força Aérea Brasileira pelos próximos trinta anos. Parte desta frota vai ser instalada na Base Aérea de Anápolis, em substituição aos Mirage, de fabricação francesa, que foram trazidos para o Brasil no início da década de 70.


De acordo com o Ministério da Defesa, a primeira aeronave deverá ser entregue em 2019 e, a última, em 2024. O contrato prevê, ainda, a fabricação de 15 das 36 unidades no Brasil, incluindo oito aviões de dois lugares (bi-place), modelo criado para a FAB, destinado, principalmente, ao treinamento de novos pilotos.


Notícia dada em dezembro de 2013, o contrato comercial com a montadora Saab inclui a compra das aeronaves de combate, suporte logístico e aquisição de armamentos necessários à operação dos aparelhos. Conforme o Governo Brasileiro, o contrato assinado prevê a transferência de tecnologia entre os dois países, o que possibilitará ao Brasil, segundo o Ministério da Defesa, deixar de ser comprador para se tornar fornecedor de aeronaves de combate de última geração.


Histórico


Houve um tempo em que a operação chegou a ser interrompida, devido a desencontros de informações e a questões burocráticas. Mas, no final de julho deste ano, após três dias de negociações, o governo brasileiro conseguiu diminuir a taxa de juros do financiamento para 2,19%, o que permitiu, segundo dados oficiais, uma economia de, até, R$ 600 milhões ao Brasil. A formalização do contrato financeiro foi efetivada na Inglaterra, uma vez que o contrato de financiamento será regido pela lei inglesa, para imparcialidade do acordo. De acordo com nota emitida pela assessoria do Ministro da Defesa, Jaques Wagner, “a assinatura do contrato financeiro do Gripen NG é de fundamental importância, já que encerra a fase negocial e inicia a fase de execução do contrato comercial, com aquisição e desenvolvimentos dos caças, concretizando, assim, uma aliança estratégica entre Brasil e Suécia”.


Também, conforme informação do Ministério da Defesa, o pagamento efetivo do financiamento só ocorrerá após o recebimento da última aeronave, previsto para 2024. A participação brasileira no desenvolvimento do projeto dará à indústria aeronáutica nacional acesso a todos os níveis de tecnologia, incluindo os códigos-fonte do Gripen. A nota diz que “o programa de transferência de tecnologia incluirá itens como a integração de hardware, aviônicos, software e sistemas da aeronave, além do intercâmbio de conhecimento, com mais de 350 brasileiros indo a Suécia para treinamento”. A Base Aérea de Anápolis já começa a se preparar para receber os novos modelos. Além disso, alguns pilotos brasileiros já fizeram treinamentos no novo modelo de caça supersônico que deverão proporcionar uma revolução tecnológica na aviação militar brasileira.

Autor(a): Nilton Pereira

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Carros apreendidos foram retirados das ruas próximas à delegacia

15/12/2017

Uma ação conjunta entre a Prefeitura de Anápolis e a Polícia Civil garantiu a retirada de veículos apreendidos em opera...

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...