(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Farmacêuticos do município conquistam Prêmio

Geral Comentários 20 de novembro de 2015

O projeto foi desenvolvido para otimizar os processos de compras de medicamento e foi reconhecido pelo Conselho Federal de Farmácia como inovador


Os farmacêuticos Carlos Eduardo Carvalho Pereira, Flaubert Santana de Azeredo e Gracielle Félix de Lima Oliveira, funcionários da Secretaria Municipal de Saúde, conquistaram segunda colocação no Prêmio Jayme Torres 2015, concedido pelo Conselho Federal de Farmácia. O reconhecimento se deve ao trabalho que realizam na Comissão de Farmácia e Terapêutica, criada para organizar e avaliar os medicamentos adquiridos pelo município. O prêmio, realizado desde 2002, tem como finalidade identificar, reconhecer e difundir experiências que melhorem as condições de saúde da comunidade. É um instrumento para estimular a pesquisa e a produção de artigos técnicos/científicos entre farmacêuticos e acadêmicos de Farmácia.


A comissão criada pelos farmacêuticos premiados trouxe resultados positivos para a Secretaria Municipal de Saúde. São diversas suas atribuições: elaborar e atualizar periodicamente a Relação Municipal de Medicamentos Essenciais; estabelecer critérios de inclusão e exclusão para padronização de medicamentos; aprovar a inclusão ou exclusão de medicamentos padronizados por iniciativa própria; organizar a comunicação interna de divulgações da Agência Nacional de Saúde (Anvisa); promover ações que estimulem o uso racional de medicamentos, dentre outros.


O farmacêutico, Carlos Eduardo Carvalho Pereira, é o autor do projeto. Segundo ele, a principal tarefa da comissão é avaliar os benefícios dos medicamentos que já são adquiridos pela Secretaria Municipal de Saúde e o impacto orçamentário. “Nossa ideia era formar uma rede entre todas as demais unidades para colegiar as compras”, explicou.


A outra farmacêutica envolvida no projeto, Gracielle Felix de Lima Oliveira, avalia que a Comissão trará benefícios para a gestão e para a população. Segundo ela, esta implantação é uma vitória. “Para a Assistência Farmacêutica os benefícios serão vários como melhor gestão de recursos e melhor abastecimento, evitando perdas ou falta de algum medicamento específico. E, em consequência disso, a população também será beneficiada”, disse.


O terceiro farmacêutico envolvido na premiação, Flaubert Santana de Azeredo, qualifica o trabalho como incrível. “A partir do trabalho da Comissão teremos condições de padronizar e selecionar os itens que a Secretaria de Saúde vai adquirir. Dessa forma, os médicos terão acesso a uma lista de medicamentos que estão disponíveis na Assistência Farmacêutica e vai poder prescrever o remédio que seu paciente poderá ter acesso pela rede do Sistema Único de Saúde”, avalia.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...