(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Família indenizada por morte de filho em acidente

Geral Comentários 19 de julho de 2018

Tragédia aconteceu na rodovia GO 330 entre Anápolis e Silvânia há quase sete anos


Por terem perdido um filho de sete anos de idade durante uma colisão, Edmilson César Batista e sua mulher Liliany Ingrett Santos receberão, do responsável pelo acidente de trânsito, Luciano Silva de Araújo, R$ 50 mil, cada um, a título de indenização por danos morais. Na sentença, proferida pela juíza Nathália Bueno Arantes da Costa, da Comarca de Silvânia, ficou decidido que a Seguradora Liberty Seguros S/A, que integrou o processo na condição de litisdenunciada, também pagará, solidariamente, pensão mensal aos pais da vítima no valor de 2/3 do salário mínimo, da data em que o menino completaria 14 anos até os seus 25 anos.
A partir daí, será de 1/3 do salário mínimo até a data que ele atingiria os 75 anos. Eles terão de pagar ainda, ao casal, indenização por danos materiais de R$ 20.966,66 correspondentes ao ressarcimento pelo conserto do veículo, abatidos o valor de R$13.5 mil recebidos a título de seguro DPVAT.

COMO FOI
O pai do menino declarou que em 10 de dezembro de 2011, quando se dirigia para Anápolis juntamente com sua mulher e os seus dois filhos menores, teve que parar no quilômetro 27,5 da Rodovia GO/330, porque a Polícia Militar realizava a abordagem dos veículos que passavam pelo local, em razão de roubo ocorrido na cidade de Leopoldo de Bulhões. Por este motivo, reduziu a velocidade e parou seu carro. Neste instante, segundo o motorista, Luciano Silva, que estava dirigindo em alta velocidade, não conseguiu parar a sua Silverado e colidiu o veículo na traseira do seu Gol, causando a morte de um de seus filhos e diversas lesões corporais nos demais ocupantes do veículo.
Para a juíza Nathália Bueno Arantes da Costa, a responsabilidade civil e o consequente dever de indenizar estão amparados no Código Civil, em seus artigos 186 e 927, “ficando o autor do dano responsável por indenizar o lesado quando, em sua conduta, encontram-se presentes os pressupostos, de forma que reste que um ato ilícito foi cometido”. A magistrada observou que as provas dos autos são contundentes, a exemplo do Boletim de Ocorrência, testemunha do fato e o Laudo de Exame Pericial de reprodução simulada de acidente de tráfego, que concluiu, como causa do acidente, “o fato de o condutor da unidade V2 trafegar pela GO despojado dos cuidados indispensáveis a segurança do trânsito e a uma velocidade superior a permitida para o local, não conseguindo deter seu veículo ao avistar o bloqueio na pista, vindo a colidir contra a região posterior da unidade V1”.
A magistrada considerou, ainda, a certidão de óbito e o laudo cadavérico, o qual atestou que a vítima faleceu em virtude do acidente de trânsito. Segundo ela, ao contrário do que alegam os requeridos, a viatura responsável pelo bloqueio da via estava com o giroflex ligado, “portanto, a ação policial naquele momento estava sinalizada”. Conforme observou a juíza, “em qualquer situação, deve o condutor do veículo automotor reduzir a velocidade e empreender redobrada atenção sobre aquele determinado trecho, o que não ocorreu nos autos, conforme se verifica da perícia técnica realizada pela Polícia Técnico-Científica acompanhada dos procuradores de ambas as partes”. (Centro de Comunicação Social do TJGO).

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Palestra para adolescentes que cometeram delitos

07/12/2018

Ressignificação. A palavra que representa dar um novo sentido à vida foi a mais repetida no 1º Ciclo de Palestras Socioed...

CAPS Crescer vai emitir Carteira do Autista

07/12/2018

O CAPSi Crescer Anápolis soma às suas atividades regulares do dia 18 de dezembro, a emissão da Carteira de Identificação...

V Curso de primeiros socorros para os acadêmicos e alunos da UniATI

07/12/2018

“O tempo e a habilidade do socorrista é crucial no atendimento. Nossa missão é replicar conhecimento. Essa iniciativa é...

Trajetórias de vidas depois de passados 80 anos

07/12/2018

“Acima dos 80, rumo à velocidade da luz”. Este é o título do livro produzido pelo empresário anapolino Célio de Oliv...