(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Exuberância verde no Anápolis City

Meio Ambiente Comentários 07 de dezembro de 2012

Voluntários transformam área pública degradada em bosque para impedir doação


A implantação de um bosque por voluntários evitou a doação de área pública para a construção de prédios na Etapa II do loteamento Anápolis City, onde hoje existe uma autêntica mata urbana de grande diversidade e exuberância, com cerca de 500 árvores e mais de uma centena de espécies de plantas nacionais, importadas e nativas do cerrado. Em 2006, o publicitário Manoel Vanderic, morador do bairro, mobilizou a imprensa para impedir a escrituração de parte do terreno de 38 mil metros quadrados à Receita Federal e iniciou o plantio das árvores, ação comunitária que evoluiu para a criação em uma das mais bonitas e bem cuidadas reservas ambientais de Anápolis, com a adesão do engenheiro florestal Laurent Queno.

Bosque contemplativo
Na concepção de Vanderic, diretor de relações públicas da ONG Amigos da Mãe Natureza, o CityPark é um bosque contemplativo que dispensa gradil e qualquer tipo de urbanização para não descaracterizar o seu projeto paisagístico: “A cerca de madeira roliça tratada, ecologicamente correta, compõe com a paisagem do bairro”. Queno, francês radicado em Anápolis, cuida pessoalmente das árvores – algumas alcançam mais de 10 metros de altura. “Mais difícil que plantar é cuidar da árvore até a idade adulta”, relatam os ambientalistas, que bancam a formação do bosque, em parceria com as empresas Public Propaganda, TCA e LabEvangélico, com apoio da Prefeitura Municipal de Anápolis e dos pioneiros Calmo Quirino e Edimilson Mendes de Souza.

Voluntariado é terapia
A extensa área pública degrada, em completo abandono, localizada na avenida N-3, entre a ala norte da vila militar e a mata úmida da antiga invasão da avenida Perimetral Leste, é um bosque de manutenção e limpeza impecáveis, garantida pelos dois voluntários: “A gente substitui exercícios em academia por movimentos saudáveis e gratificantes”, diz Manoel Vanderic, que readquire a mobilidade necessária para a prática da terapia ao recuperar-se de cirurgia para o implante de prótese de quadril. “Todo homem que detém algum conhecimento ou poder emanados da Providência Divina, tem a obrigação de combater a devastação na terra e, de alguma forma, aumentar o manto verde da vida” – explica o ambientalista.
Para Vanderic, cuidar da natureza faz bem: “Se cabe apenas uma árvore em seu lote você deve plantá-la e cuidar bem dela. E se não couber nenhuma, use a calçada para viver perto da natureza, porque a árvore refresca e traz quietude, enquanto o cimento esquenta e deprime. Sua árvore pode ser o seu bosque. E se existe uma área livre perto de sua casa entre em contato com a Prefeitura e comece a plantar amanhã”.

Patrimônio do bairro
O CityPark é patrimônio do bairro, recanto de famílias em convívio com a natureza e com a diversidade de aves e pequenos, animais silvestres: um pássaro de grande porte, chamado popularmente de “curicação”, choca pela terceira vez no alto de uma palmeira, enquanto um “quem-quem” mora desde o ano passado em um buraco. Centenas de periquitos descansam no final das tardes nas árvores do CitiPark, dividindo espaço com os micos que saem da mata vizinha à procura de comida. Para garantir a preservação deste patrimônio de valor incalculável prevê-se a instalação, brevemente, de câmaras de vídeo monitoramento 24 horas.

Exemplo de cidadania
Exemplo de cidadania e legado às gerações futuras, o CityPark representa verde no lugar de cimento e qualidade de vida em vez de poluição, mas a sua proteção definitiva como área de preservação ambiental depende de legalização. No projeto original do Bairro Anápolis City, onde está gravado “área pública” é preciso alterar para “área verde” através de lei.
O prefeito Antônio Roberto Gomide, em visita ao bosque, sugeriu a constituição de comissão representativa da comunidade para tratar da legalização e definiu o CityPark como “exemplo de cidadania e modelo de responsabilidade ambiental, que deveria ser praticado por outras empresas e pessoas dispostas a nos ajudar a transformar Anápolis numa cidade ainda melhor para se viver”.

Viva o verde!
A exuberante paisagem do CityPark descortina grande variedade de árvores, trepadeiras e arbustos nativos do campo e do cerrado preservados

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Meio Ambiente

Poluição de nascentes é denunciada na Câmara

09/11/2017

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) denunciou a poluição de nascentes localizadas nas proximidades da Avenida Brasil No...

Erosões comprometem o solo e a água potável do Município

28/09/2017

O acelerado processo de erosões em Anápolis compromete, não apenas, o solo, mas, também, todas as bacias hidrográficas e...

Limpeza preventiva de córregos

14/09/2017

Os córregos se contorcem diante do assoreamento que desidrata os cursos d’água nesse momento de estiagem. Mas para evitar...

Queimadas em vegetações e plantações estão têm registro de incidência na região de Anápolis

10/08/2017

Embora já se esteja em um período que favorece a sua ocorrência, a estação da seca ainda não provocou este ano grandes ...