(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Exportações quase triplicam em relação a 2009

Economia Comentários 16 de julho de 2009

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior, no primeiro semestre deste ano, o volume de exportações é quase três vezes o resultado alcançado em 2008


O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), acaba de divulgar o resultado da balança comercial por municípios, com dados referentes ao período de janeiro a junho deste ano. De acordo com os números apresentados, as exportações feitas a partir de Anápolis tiveram o maior volume registrado no primeiro semestre deste ano: US$ 13.160.093. Já as importações registraram volume de US$ 112.399.312. Mas esse não foi o melhor resultado do ano para as compras externas. O recorde foi registrado em maio, com transações que somaram US$ 127.440.699.
No primeiro semestre, o acumulado das exportações por Anápolis, somou US$ 47.325.122. Um volume quase três vezes maior do que o resultado das exportações de todo ano de 2008, que foi de R$ 17.038.234. Já as importações somaram no primeiro semestre de 2009, US$ 548.067.971. No ano passado, o resultado acumulado ficou em US$ 1.361.602.570. O saldo da balança comercial (exportações menos importações) no semestre fechou com déficit de US$ 99.239.219. Já a corrente de comércio (exportações mais importações), fechou o período com o volume de US$ 595.393.093.
A França, a República Islâmica do Irã e a República da Coréia do Sul, foram os principais países de destino das mercadorias exportadas a partir de Anápolis, segundo os dados do MDIC. Por outro lado, os principais fornecedores estrangeiros foram a República da Coréia do Sul, os Estados Unidos e a Suíça.

Principais países de destino
1. França
2. República Islâmica do Irã
3. República Da Coréa do Sul
4. Eslovênia
5. Países Baixos (Holanda)
6. Índia
7. Argentina
8. Angola
9. Hong Kong
10. Espanha


Principais países de destino
1. República da Coréia Do Sul
2. Estados Unidos
3. Suíca
4. Alemanha
5. Japão
6. Índia
7. China
8. ITÁLIA
9. ESPANHA
10. FRANÇA

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...