(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Exportações goianas têm o segundo melhor mês da história

Economia Comentários 07 de junho de 2013

Secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy destaca que Goiás tem se firmado no contexto dos negócios internacionais


As exportações goianas do mês de maio atingiram a marca de US$ 769,688 milhões, o segundo melhor resultado da série histórica das vendas goianas ao mercado externo, perdendo apenas para o mesmo mês do ano passado que registrou o valor recorde de US$ 826 milhões. As importações do mês chegaram a US$ 458,497 milhões, perfazendo o excelente saldo comercial de US$ 311,191 milhões.
O secretário de Indústria e Comércio de Goiás, Alexandre Baldy, lembra que, pelo terceiro mês consecutivo, a balança comercial goiana teve forte impacto no saldo brasileiro. “Em março e abril contribuímos fortemente com o resultado nacional. Em maio, a nossa participação chegou a 43%. Isso nos permite afirmar que Goiás deixou de ser insignificante no contexto dos negócios internacionais brasileiros. É mais um reflexo do excelente momento por que passa a economia goiana”, ressalta.
A soja e seus derivados lidera pelo terceiro mês consecutivo a pauta dos produtos exportados com 58,75% de participação. Na sequência, aparecem as carnes (bovinas, aves e suínas) com 19,69%, ferroligas (6,08%), couros (3,60%), sulfeto de cobre (3,11%), açúcar (2,54%), preparações alimentícias (1,23%), amianto (1,20%), outros produtos de origem animal (0,87%), etanol (0,48%), além de gelatinas e seus derivados, veículos automóveis, algodão, café, vermiculitas e cloritas.
A China continua como o principal comprador das mercadorias goianas. No mês, o país asiático foi o destino de 51% das exportações goianas. A Holanda, onde se localiza o Porto de Roterdã, recebeu 12,18% do valor, seguidos de Rússia (6,44%), Hong Kong (3,94%), Estados Unidos (2,16%), Alemanha (1,99%), Japão (1,63%), Emirados Árabes (1,23%), Índia (1,20%) e Itália (1,19%).
Os principais produtos importados por Goiás foram os produtos farmacêuticos; veículos, automóveis, tratores e suas partes; adubos ou fertilizantes; caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos; produtos químicos orgânicos; máquinas, aparelhos e materiais elétricos; instrumentos e aparelhos de óptica, fotografia etc.; plásticos suas obras; borrachas e suas obras; obras de ferro fundido, ferro ou aço. Estados Unidos, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Canadá, Tailândia, China, Belarus, Suíça e Itália.

No ano
Nos primeiros cinco meses do ano, as exportações totalizaram US$ 2,830 bilhões e as importações alcançaram US$ 2,180 bilhões. O saldo do ano está acumulado em US$ 650 milhões. Se comparado com o mesmo período do ano passado, as exportações goianas cresceram 1,53%, enquanto as importações avançaram 0,87% e o saldo 0,96%.
Os números da balança goiana têm se destacado quando confrontados com a brasileira. A balança nacional apresentou recuo nas exportações (-4,67%), aumento das importações (7,73%) e déficit comercial de US$ 5,392 bilhões.
O secretário informa que a participação de Goiás nas exportações do País chegou a 3,03%: “mais um índice recorde que estamos comemorando. Pela primeira vez na história ultrapassamos a barreira dos 3%”, finaliza. (Com informações da Comunicação Setorial da SIC)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...