(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Exportações e importações por Anápolis registram queda no primeiro semestre

Economia Comentários 20 de julho de 2012

De acordo com dados oficiais, as vendas internas e as compras internacionais feitas por Anápolis apresentam uma queda no primeiro semestre do ano


O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Midic), acaba de divulgar o resultado da balança comercial dos municípios, até o mês de junho. Os dados mostram que o volume das exportações feitas por Anápolis, nos seis primeiros meses do ano, é de U$ 99,077 milhões, enquanto as importações somaram o volume de US$ 1,179 bilhão. A corrente de comércio (exportações mais importações) ficou em US$ 1,278 bilhão e o saldo da balança registrou déficit de US$ 1,080 bilhão.
As exportações feitas por Anápolis, no primeiro semestre deste ano, no valor de U$ 99,077 milhões, é 19,47% menor em relação ao volume alcançado em igual período de 2011, quando as vendas externas somaram US$ 123.027.090. Em relação às importações, o volume de compras externas registrado nos seis primeiros meses deste ano, US$ 1,179 bilhão, foi menor 17,93% do que o volume registrado de janeiro a junho de 2011, US$ US$ 1,437 bilhão.
No mês de junho, as exportações por Anápolis, somaram US$ 26,556 milhões. Em junho de 2011, o valor foi de US$ 17,331 milhões, um incremento de 53,31% no comparativo do mês. Já as importações registraram queda de 41,68% na avaliação do mês de junho de 2012 (US$ 155,408 milhões) com junho de 2011 (US$ 266,457 milhões).
Quanto ao destino das exportações feitas por Anápolis, os Países Baixos (Holanda) lideram o ranking como o principal comprador, com 52,30% de participação, representando um volume de US$ 51,819 milhões; em segundo lugar vem a Alemanha, com participação de 16,47% (US$ 16,317 milhões) e a China em terceiro, com 11,43% de participação (US$ 11,327 milhões). Por outro lado, o ranking dos principais importadores é liderado pela Coréia do Sul, com 44,80% de participação, somando um volume de negócios de US$ 528,616 milhões. Em seguida vem a Alemanha, com participação de 20,12% (US$ 237,401 milhões) e os Estados Unidos, com 14,34% de participação (US$ 169,163 milhões).
A soja e derivados, carnes e medicamentos, são os principais itens da pauta das exportações feitas por Anápolis. Os principais produtos importados, segundo os dados do Midic, são automóveis, peças de automóveis e insumos para a indústria químico-farmacêutica.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

CDL diz que vendas tendem a reagir

14/09/2017

Com um índice inferior ao registrado no conjunto dos municípios goianos, as vendas no comércio varejista de Anápolis caí...

Corrente de comércio supera US$ 1,2 bi

08/09/2017

Dados divulgados pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior apontam que o volume de importações e...

Produção de 2017 daria para alimentar goianos por 13 anos

08/09/2017

Em 2017, a produção agrícola de Goiás alcançou 22 milhões de toneladas. Esta produção seria suficiente para alimentar...

Casa do ex-prefeito Anapolino de Faria está sendo restaurada

18/08/2017

Projetada por um dos mais importantes e conhecidos arquitetos do Brasil, Oscar Niemeyer, a casa do ex-prefeito Anapolino de F...