(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Expansão de empresas garante mais postos de trabalho

Geral Comentários 05 de julho de 2018

Secretaria de Desenvolvimento Econômico liberou os recursos para novos empreendimentos em vários municípios


Mais R$ 7,1 milhões em investimentos para o setor industrial goiano foram aprovados na quarta-feira, dia 04, em oito projetos beneficiados pelo Programa Produzir, de incentivo industrial. Serão criados 177 novos empregos diretos nos municípios de Anápolis; Ipameri; Goiânia; Palmeiras de Goiás; Aparecida de Goiânia; Buriti Alegre e Luziânia, com a instalação e expansão/relocação de empresas. O secretário Leandro Ribeiro, de Desenvolvimento, disse que a aprovação desses novos projetos é motivo de comemoração.
Foram aprovados os projetos das empresas WComercial, comercial e atacadista de acessórios automotores, em Goiânia; da Gazin Atacado Centro-Oeste, comercial e atacadista de equipamentos elétricos, em Ipameri; da Minerva, para produção de biocombustível de sebo bovino, em Palmeiras de Goiás. E, ainda, da Dicasa Alimentos, indústria de torrefação e moagem de café, em Aparecida de Goiânia; da Buriti Carnes e Alimentos, frigorífico de abate de bovinos, em Buriti Alegre; da AC Metais, metalúrgica, em Luziânia; da S & R Alimentos, produtos de panificação industrial, biscoitos e massas, em Goiânia; e da Ethos Transporte e Logística, transporte de cargas, em Anápolis.

Ampliações
Entre os projetos aprovados pelo Conselho do programa Produzir, destacam-se o do Grupo Moreira, de supermercados, que vai investir R$ 2,4 milhões na implantação de uma indústria de panificação em Goiânia. Trata-se de mais uma unidade a integrar o processo de diversificação industrial, voltada ao abastecimento de sua rede de lojas, e também para outras empresas do mercado, com produtos de marca própria.
Outro investimento expressivo aprovado na reunião é a proposta de expansão da indústria de biocombustível de sebo bovino do grupo Minerva, em Palmeiras de Goiás. A Minerva é uma das maiores indústrias do País e da América do Sul em sua especialidade, com unidades em Goiás (Palmeiras de Goiás e Goianésia), São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rondônia, Tocantins e também no Paraguai, Uruguai, Argentina e Colômbia. O grupo investiu R$ 10 milhões na inauguração da unidade de biodiesel de sebo bovino, com produção prevista de 45 mil litros/dia e agora, com esse projeto, fará a expansão dessa atividade no Estado.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

UniEVANGÉLICA - Seminários destacam direitos da pessoa com deficiência

20/09/2018

Foi promovido nesta semana na UniEVANGÉLICA o Seminário dos Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, uma iniciativa d...

Regulamenta lei que proíbe fabricação e uso do cerol

20/09/2018

O governo de Goiás editou o Decreto n° 9.316, de 18 de setembro de 2018, que regulamenta a Lei n° 17.700/2012, que dispõe...

Comarca de Anápolis fica de fora do plano para a expansão de novas varas

20/09/2018

A Comarca de Anápolis ficou de fora da primeira fase do plano de reestrutura judiciária, definido pela Lei 20.254/18, que d...

Vereador destaca do Dia do Vicentino

20/09/2018

Em discurso no pequeno expediente, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,19, o vereador Lisieux José Borges (...