(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ex-Prefeito Ernani de Paula sofre nova condenação

Política Comentários 17 de julho de 2015

Ernani de Paula afirma que já recorreu da sentença, no processo que tramita em primeira instância


Ao julgar ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal em Anápolis (MPF), a Justiça Federal condenou, por atos de improbidade administrativa, Ernani José de Paula - ex-prefeito de Anápolis (gestão 2001/2003) – e dois empresários da construção civil . Na ação, o MPF apurou uma série de irregularidades no uso de verbas públicas federais que veio a beneficiar os proprietários da construtora Lucky Assessoria de Construção. Além disso, parte de valores repassados pela União ao Município foram utilizados “para pagamento de despesas completamente estranhas ao objeto do repasse”, destacou o MPF/GO.


Conforme divulgou o Ministério Público Federal, em 2002, o ex-prefeito firmou contrato de repasses com a União totalizando R$ 6 milhões que seriam originalmente utilizados em obras de reestruturação do sistema de infraestrutura e transporte de Anápolis. Na intenção de beneficiar a Lucky com parte dessa verba, Ernani José tentou revalidar um antigo contrato que a prefeitura mantinha com a construtora, no entanto, o Tribunal de Contas da União (TCU) negou tal revalidação e solicitou que novo procedimento licitatório fosse realizado como condição para liberar o montante previsto no convênio. “Para contornar o óbice, o ex-prefeito informou ao TCU que a própria administração municipal realizaria as obras por meio de execução direta. Diante disso, a Caixa Econômica Federal liberou os recursos ao Município”, apontou o MPF/GO.


Com os valores do repasse em mãos e alegando urgência nas obras pelo advento do período de chuvas na região, o ex-prefeito apenas deu início aos trabalhos e logo instaurou processo administrativo para dispensa de licitação com o intuito de trazer ares de legalidade a sua  intenção inicial: a contração direta da Lucky para prestar o serviço. As investigações mostraram, ainda, que antes mesmo de o ex-prefeito realizar o processo administrativo citado, o Município já havia feito vários pagamentos à construtora sem apresentação de notas fiscais, que eram emitidas pela construtora somente após o recebimento dos pagamentos. “Tal procedimento é totalmente contrário ao ordenamento jurídico”, sustenta a ação.


“Na esteira de irregularidades, constatou-se ainda que o Município usou parte desses recursos em despesas completamente alheias ao objeto do convênio, como a aquisição de combustíveis, de material de higiene pessoal, de suprimentos de informática, de gêneros alimentícios, entre outros”, destacou, ainda, o MPF/GO.


A sentença determina a suspensão dos direitos políticos de Ernani José por oito anos, a proibição de contratar com o poder público ou dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios por cinco anos e pagamento de multa civil no valor de R$ 65 mil. Já os empresários tiveram seus direitos políticos suspensos por seis anos e também não poderão contratar com o poder público ou dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios durante cinco anos. A multa civil aplicada a cada um foi a mesma dada ao ex-prefeito.


O mandato de Ernani já havia sido cassado em 2003, após processo instaurado pela Câmara dos Vereadores de Anápolis.


 


Resposta


Em contato com a redação do Jornal Contexto, o ex-Prefeito Ernani de Paula ressaltou que trata-se de uma sentença de  primeira instância e que já entrou com recurso para a sua defesa. Ele disse que, atualmente, em relação aos direitos políticos, que não tem impedimentos para uma futura candidatura. Mas, descartou de pronto, a possibilidade de ser candidato. Disse que tem acompanhado de perto a movimentação política em Goiás e em Anápolis, mas sem nenhuma outra pretensão.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Vereador defende mudança no pacto federativo

08/12/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB) usou a tribuna durante a sessão ordinária da última quarta-feira, 06, para defender mudan...

Prefeito pode fazer uma reforma administrativa no começo do ano

08/12/2017

O Prefeito Roberto Naves (PTB) deverá ampliar a reforma em sua equipe, a partir de janeiro próximo. É que algumas Pastas e...

Vereador busca solução sobre fechamento de ruas

30/11/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB), primeiro secretário da mesa diretora da Câmara Municipal, informou na tribuna do plenári...

“Estamos cansados de esperar o Governo”, desabafa Roberto

30/11/2017

“A Cidade não aguenta mais esperar”. A afirmação é do Prefeito Roberto Naves (PTB), que não esconde mais a sua insat...