(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Estatística apresenta números animadores

Cidade Comentários 27 de dezembro de 2018

A diminuição dos índices criminais em 2018 é a maior dos últimos tempos


Um trabalho altamente científico, aliado a parcerias importantes com organizações ligadas ao setor, permitiu ao Observatório Municipal de Segurança, (antigo GGIM) reduzir, drasticamente, a incidência de crimes variados no território anapolino. Os números, reais, atestam a política acertada que se adotou no Município, consorciando-se o aumento do efetivo das polícias, o reforço no programa “banco de horas”, a aquisição de mais viaturas, equipamentos e armamentos.
A avaliação é do titular do Observatório, Delegado Especial de Polícia, Glayson Rezende Reis, um dos mais experientes policiais civis em atividade na região. Ele “comemora” os números e afirma que a política de se combater o crime em todas as suas vertentes deu resultados animadores e que a tendência é de melhorar, mais ainda. “Vamos em busca de mais redução. É possível conseguir. Estamos no caminho certo”, disse ele ao Jornal Contexto esta semana. Para Glayson Reis, não existe milagre nem mistério nisso. “É trabalhar dia e noite. O crime não descansa nem tem folga. A segurança pública, também, não pode ter”, reafirma.
O delegado assegura que a administração Roberto Naves entendeu, perfeitamente, a necessidade de uma moderna política de combate efetivo à criminalidade em diferentes aspectos que vão, desde a efetiva ação policial, aos programas sociais que permitem reduzir o acesso de pessoas às práticas criminosas. Ele afirma que os projetos desenvolvidos junto a crianças e adolescentes e junto aos chamados grupos de risco, são os fatores determinantes para que isto aconteça.

Os números
Pela primeira vez em quatro anos, o índice de homicídios mostrou uma sensível diminuição em Anápolis. Dos quase 200 assassinatos registrados em 2017, este ano anotaram-se, até o início da semana, pouco mais de 120, uma redução superior a 30 por cento. O índice de roubos foi o menor em oito anos e os casos de estupros foram os menos numerosos da última década.
De acordo com Glayson Reis, o trabalho consorciado entre a repressão quando se torna necessária, e a ciência da criminalística, permite atacar o problema da violência de forma essencial e efetiva. Ele diz que existem, projetos em andamento para que este atendimento seja mais eficaz ainda, dentre eles, o aumento do número de câmeras de videomonitoramento, a pesquisa nas chamadas “manchas criminais” e o aparelhamento adequado das forças de segurança. “Temos uma extraordinária colaboração das polícias Federal; Civil; Militar; Rodoviária Federal, do Juizado da Infância e da Juventude, dos conselhos tutelares e outras instituições, o que permite desenvolver este projeto. Delegados, oficiais da PM e outros gestores da Segurança Pública são parceiros de primeira hora, o que nos dá a garantia jurídica e operacional de que necessitamos para dar a Anápolis uma boa política de segurança em todas as suas vertentes”, justificou Glayson Reis.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Prefeitura e Saneago retomam diálogo sobre concessão, mas falta acordo sobre valores

27/04/2019

O presidente da Saneago, Ricardo José Soavinski, acompanhado de diretores da estatal, esteve em Anápolis nesta sexta-feira,...

Prefeitura garante repasse para que Santa Casa mantenha UTI pediátrica funcionando

27/04/2019

Na manhã desta sexta-feira, 26/04, o Prefeito Roberto Naves recebeu a diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis....

Revitalização do centro é desafio na segunda etapa do mandato de Roberto

26/04/2019

Um passo crucial para a revitalização da região central de Anápolis, a retirada dos ambulantes que ocupam as calçadas, ...

Cidade terá exposição de Mangalarga Marchador

25/04/2019

Criadores da raça Mangalarga Marchador de quatro estados brasileiros e do Distrito Federal, estarão em Anápolis durante o ...