(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Estado e Valec vão atuar em conjunto para acelerar ferrovia

Transporte Comentários 10 de agosto de 2012

O termo de acordo firmado entre o Governo do Estado e a Valec visa apoio institucional para solucionar entraves que dificultam andamento do projeto


O governador Marconi Perillo assinou termo de cooperação técnica com a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, para dar apoio ao Governo Federal na conclusão das obras da Ferrovia Norte-Sul em solo goiano. A solenidade foi realizada na última quinta-feira,9, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Assinaram o documento o secretário-chefe da Casa Civil, Vilmar Rocha, o diretor-presidente da Valec, José Eduardo Sabóia Castello Branco e o procurador-geral do Estado de Goiás, Alexandre Tocantins.
Por se tratar de uma ação institucional e não de obra de infraestrutura, cabe à Casa Civil a interlocução junto ao Tribunal de Justiça, prefeitura, Agetop e demais órgãos envolvidos na solução dos entraves à execução da construção da Ferrovia Norte-Sul. “Essa ação do governo goiano vai nos ajudar muito a acelerar essa obra, e nosso principal gargalo hoje é a desapropriação”, salienta José Eduardo.
Entre os principais obstáculos ao andamento da obra estão os processos de desapropriação de áreas, a retirada de famílias que ocupam irregularmente terrenos por onde passam a ferrovia (GO-241) e licenças ambientais. “Tem muitas demandas que dependem dos juízes e dos cartórios por onde vai passar a Norte-Sul. Nós entramos em contato com a desembargadora-corregedora e ela designou um juiz especial do Tribunal de Justiça para acompanhar e agilizar esses processos de desapropriação”, explica Vilmar Rocha.
A ferrovia foi projetada para promover a integração nacional, minimizando custos de transporte de longa distância e interligando as regiões Norte e Nordeste às regiões Sul e Sudeste, através das suas conexões com cinco mil quilômetros de ferrovias privadas. “Nós tivemos no primeiro semestre o maior crescimento de empregos do País e temos um crescimento industrial, nos últimos 15 anos, maior que o do Brasil. De modo que escoar essa produção é um desafio para nós. Interligar esse modal ferroviário aos outros modais também é um desafio”, ressalta Marconi Perillo.
Sobre os benefícios da ferrovia para Goiás e outras obras de infraestrutura, o governador destaca que “a presidente Dilma duplica aqui, hoje, a rodovia entre Goiânia e Jataí. Nós estamos também “startando” projetos de duplicação de rodovias estaduais e de reconstrução de toda a malha rodoviária do Estado. Essas medidas todas conjuntas entre o Governo Federal, o Governo Estadual e as prefeituras vão transformar esse Estado num dos mais pujantes, de maior velocidade no crescimento no nosso País”.

Histórico
O primeiro projeto da Ferrovia Norte-Sul, segundo José Eduardo Sabóia, data de 1901, passando pelos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Pará. Desde essa época foram construídos, em 1987, no governo José Sarney, 95 Km, ligando as cidade de Açailândia e Imperatriz, no Maranhão; mais tarde, de 1995 a 2002, no governo Fernando Henrique, foram construídos 120 Km, de Imperatriz a Aguiarnópolis, no Tocantins.
No governo Lula, a ferrovia passou por avanços e teve um ritmo mais acelerado de obras, quando foram construídos 504 Km, de Aguiarnópolis ao Pátio de Porto Nacional/Palmas, no Tocantins. Atualmente estão em obras, entre Palmas e Anápolis (GO), 855 Km, com conclusão prevista para o segundo semestre de 2013. “O trecho de Ouro Verde de Goiás a Estrela do Oeste, em São Paulo, de 680 Km, tem a sua inauguração prevista para julho de 2014. O trecho de Açailândia a Palmas não vai ser inaugurado todo como um bloco, mas em tranches, de maneira sequencial”, afirma Sabóia.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Transporte

Frota terá gestão inteligente em breve

30/11/2017

O vereador João da Luz (PHS) repercutiu durante a sessão da Câmara Municipal realizada na última segunda-feira, 27, a vi...

Passagem reajustada após 18 meses

03/11/2017

Depois de, exatamente, um ano e meio, o valor da tarifa do transporte coletivo, em Anápolis, sofreu novo reajuste. A passage...

Passe livre estudantil para 15 mil estudantes em Anápolis

03/08/2017

Centenas de jovens lotaram o auditório do Senac, na tarde desta quinta-feira,03, para acompanhar a solenidade oficial de lan...

Gratuidade no transporte público ganha nova regulamentação

20/07/2017

Foi publicado no Diário Oficial da última quarta-feira,19, o Decreto nº 41.699, regulamentando a Lei Municipal nº 3.824, ...