(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Estado e Município vão unir esforços contra o mau cheiro

Cidade Comentários 14 de maio de 2015

Fedentina voltou a incomodar população e as secretarias de meio ambiente do Município e do Estado, podem unir esforços para revelar a fonte


Há cerca de cinco anos, um mistério paira sob os céus de Anápolis. E, um mistério, diga-se de passagem, carregado de odor. O mau cheiro que incomoda boa parte da população anapolina, volta e meia provoca reações de indignação na comunidade, devido ao fato de as autoridades competentes não encontrarem a origem da fedentina.


Quando o problema surgiu, em 2010, a primeira suspeita recaiu sobre uma fazenda de confinamento bovino, distante cerca de 10 quilômetros do Município. O caso envolveu o Ministério Público e foi parar na Justiça. O proprietário da fazenda adotou uma série de providências para solucionar o problema. E, inclusive, mais adiante, chegou a transferir o confinamento para outra localidade. Mas, o problema não estava naquela local, já que o mau cheiro voltou a incomodar.


No ano de 2013, a fedentina virou caso de polícia. Na época, o Delegado do 2º Distrito Policial, Carlos Antônio da Silveira, instaurou um inquérito para apurar crime ambiental, tendo como motivação a poluição verificada no Córrego Extrema, com grande mortandade de peixes. A suspeita, então, voltou para a Estação de Tratamento de Esgoto do Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA), que estaria com a sua capacidade exaurida para processar todo o esgoto lançado pelas empresas. Houve, até, denúncia de que algumas indústrias estariam lançando, de forma irregular, o esgoto sem um pré-tratamento. A Goiasindustrial chegou a ser notificada pela, então, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMMARH). Também, naquela época, segundo informação repassada ao Jornal Contexto pelo chefe do Departamento de Engenharia da Goiasindustrial, José Arnaldo Valle Martins, o órgão estaria fazendo um investimento no valor de R$ 8 milhões, através de convênio com a Secretaria de Indústria e Comércio (SIC), em um projeto para a modernização e ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Distrito Agroindustrial de Anápolis. E, de fato, foram feitos vários melhoramentos. Mas, o mau cheiro não sumiu.


 


De volta


O empresário Elivon Nogueira Amaral, que há 07 anos mora do Residencial Sunflower, na região Sul de Anápolis, disse ao Jornal Contexto que nos últimos 10 dias, o mau cheiro tem se tornado insuportável. “Tem dia que a gente, sequer, consegue ficar dentro de casa”, afirmou, acrescentando que, geralmente, a fedentina começa no final da tarde e vai até por volta das 21 horas e, às vezes, ocorre, também, durante a parte da manhã.


Elivon Nogueira diz que um grupo de moradores está atuando no sentido de levar uma denúncia até o Ministério Público. “Isso (mau cheiro) tem um responsável e ele deve ser indicado, não podemos pagar por isso”, sentenciou. Ele recordou que a fedentina havia sumido, mas, agora, voltou à plena carga.


 


 


Meio Ambiente


O secretário municipal de Meio Ambiente, Céser Donizete, informou que tem uma equipe de técnicos já designada para descobrir a origem do misterioso mau cheiro. Ele não quis adiantar maiores detalhes sobre os locais que estão sendo investigados. “Não podemos, a priori, ficar indicando possíveis culpados. Temos a obrigação de encontrar a raiz desse problema, mas vamos fazer isso com critério e seriedade”, pontuou.


O secretário estadual de Meio Ambiente, Vilmar Rocha, que esteve em Anápolis na última quinta-feira, 14, participando de um encontro com empresários, questionado pela reportagem a respeito do assunto, disse que o Estado, através da sua pasta, poderá enviar quadros técnicos para colaborar com as investigações da origem da fedentina. Ele, também, ressaltou a necessidade se verificarem todas as possibilidades e, havendo a revelação, o órgão ambiental adotará as medidas cabíveis dentro de sua competência.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Oposição e situação criam embate por situação do PETI

19/04/2017

Ao usar a tribuna na sessão de quarta-feira ,19, o vereador Antônio Gomide (PT) falou sobre a necessidade de a gestão muni...

Caixa equilibrado foi a maior conquista, avalia Roberto Naves

12/04/2017

Numa entrevista coletiva, com a presença de quase todos os membros de seu secretariado e de vários vereadores, o Prefeito R...

Prefeitura anuncia revitalização do Mercado Municipal em curto prazo

07/04/2017

O Mercado Municipal “Carlos de Pina” é um dos principais pontos turísticos da cidade e também um local tradicional de ...

Alvará de funcionamento terá rigorosa fiscalização na Cidade

23/03/2017

A Divisão de Fiscalização e Posturas vai desencadear, no início de abril, uma intensa e rigorosa fiscalização em todos ...