(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Espetáculo “Horácio” abre Encontro Anapolino de Teatro

Cultura Comentários 26 de abril de 2018

Abertura do evento terá a premiada atuação de Celso Frateschi na obra Horácio com entrada franca


O espetáculo ‘Horácio’, protagonizado pelo ator Celso Frateschi, será exibido gratuitamente nesta sexta-feira,27, às 20h30 no Museu da Estação Ferroviária, na abertura do II Encontro Anapolino de Teatro.
Com este trabalho, Celso foi vencedor do Shell de melhor atuação, a mais respeitada premiação do teatro brasileiro. A obra de Heine Müller, adaptada pelo próprio Celso, é apresentada desde 1989 e antes de chegar à cidade já foi exibido nos mais diversos locais, desde teatros a bibliotecas, igrejas, salas de estar e até praças públicas. “Horácio é uma linda história que nos provoca questões humanas profundas. Cada vez que represento, o espetáculo me revigora e me faz pensar sobre as questões do cotidiano. É como se cada vez fosse um novo espetáculo”, revela Celso Frateschi, que está em Anápolis desde quarta-feira.
“O Celso está há 28 anos vivendo, debruçado, refletindo esta obra”, comenta Felipe Brum, idealizador do evento. Ele explica que o Encontro Anapolino de Teatro nasce do desejo de profissionalizar o mercado teatral e artístico da cidade, dando vida a um espaço cultural de criação coletiva com todos os direitos e deveres de uma profissão. “Esta segunda edição é uma oportunidade para que os atores – mesmo iniciantes – participem de uma programação de qualidade reconhecida nacionalmente”.
Além da apresentação de espetáculos o evento prima pela capacitação e formação dos artistas cênicos locais, através de oficinas ministradas por professores que são referencias na pesquisa do oficio do ator. O próprio Celso Frateschi divide sua técnica e multiplica talentos na oficina – também gratuita – ‘A poética do ator no solo narrativo’, que acontece durante todo o final de semana. “Celso tem uma forca única como ator e uma capacidade infinita de criar imagens na mente do espectador, mesmo sozinho no palco, sem nenhum objeto ou cenografia, somente com seu gesto, intenção e seu verbo; é isso que os atores que participarem na sua oficina devem aprender”, observa Felipe. Para ele, Celso é um dos principais homens do teatro brasileiro. “É um homem de teatro, que vive o teatro e sua premiada trajetória nos palcos fala por si só.”
A programação do Encontro, dividida entre o último final de semana de abril e o último de maio, contempla oficinas de qualificação para profissionais e iniciantes, mesas de debate, cinema, performances de Arte e Arte Urbana, música ao vivo, leituras dramatizadas e circo. “Há ainda a possibilidade de muitos outros movimentos espontâneos que surgem do encontro de pessoas sinceramente dispostas a viverem experiências transformadoras”, idealiza Felipe.
Em maio o evento recebe o goiano Bruno Peixoto a frente da oficina ‘O ator em suas possibilidades’. Toda a programação é gratuita e sujeita a disponibilidade de lugares. O evento é organizado pelo Teatro MAE em parceria com o Instituto Sattwa e apresentado pelo Fundo de Arte e Cultura 2016 do Governo de Goiás.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cultura

“Drama de um doente imaginário” em cartaz

27/09/2018

Um senhor hipocondríaco decide casar sua filha com um médico para abater os custos com a sua saúde. Este é o início da ...

Uma geladeira cheia de letras e histórias

20/09/2018

Quem passa pelo Terminal Urbano já deve ter visto uma geladeira cheia de livros e revistas. A “Biblioteca Livre”, como ...

Influenciadores digitais impactam os jovens

20/09/2018

Os influenciadores estão em segundo lugar no poder de tomada de decisão na compra de um produto, perdendo apenas para amigo...

Feira literária chega com mais novidades

20/09/2018

Iniciada na quinta-feira, 20, vai até sábado, 22, a terceira edição da Feira Literária de Anápolis (3ª FLANA). Trata-s...