(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Especializada em furto e roubo de cargas é inaugurada

Segurança Comentários 13 de novembro de 2015

Gepatri tem a missão de combater alta incidência desses crimes em Anápolis e região. Unidade foi instalada junto ao 7º DP no Parque Brasília


O Grupo Especial de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio foi oficialmente instalado em Anápolis, nesta quinta-feira, 12, em solenidade ocorrida em sua sede, junto ao 7º Distrito Policial, localizado no Parque Brasília, região Leste de Anápolis. O Gepatri terá como principal foco a prevenção e o combate aos crimes de furto e roubo de cargas, que têm alto índice de incidência no Município e localidades circunvizinhas.


A criação da especializada começou a ser projetada no final do primeiro semestre deste ano, a partir de uma reivindicação conjunta feita pelo Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor, Rotary Clube Anápolis Oeste e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Anápolis (SITTRA), tendo como porta-voz do grupo o jornalista Vander Lúcio Barbosa.


A ideia foi abraçada, inicialmente, pelo delegado Álvaro Cássio, titular da 3ª Regional e, a partir daí, a proposta foi levada ao conhecimento do Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita que, por sua vez, determinou o detalhamento dos estudos e a aprovação do mesmo por parte da Diretoria da Polícia Civil do Estado de Goiás, trabalho este que foi repassado pelo delegado geral, João Carlos Gorski ao superintendente de Polícia Judiciária, Odair José Soares.


“Agora, com a inauguração, estamos concretizando este trabalho iniciado pelo Vander Lúcio e que nós abraçamos e fizemos as mudanças que eram necessárias na estrutura da 3ª Regional, para a instalação do Gepatri, com todo o respaldo da Diretoria Geral da Polícia Civil”, ressaltou o delegado Álvaro Cássio. Ele observou que a criação da especializada chega num bom momento. “Anápolis é uma cidade de grande potencial econômico e os empresários precisam de segurança pública para a tranquilidade nos seus negócios”, pontuou.


O jornalista Vander Lúcio Barbosa destacou que o setor produtivo, as entidades classistas e a comunidade “recebem com muita alegria a criação desta delegacia especializada em furtos e roubos de cargas”, disse. E, acrescentou que estes delitos vinham tomando tal proporção, a ponto de situar Anápolis como uma das principais rotas das quadrilhas que operam nesta vertente de crime. Vander Lúcio Barbosa pontuou que além de defender o patrimônio, a delegacia vai atuar em prol da vida dos profissionais que trabalham no setor de transportes.


O superintendente do Porto Seco Centro-Oeste, Edson Tavares, reforçou que esta é uma grande preocupação do empresariado. “Não podemos permitir que Anápolis se transforme num ´hub´ para os crimes de furto e roubo de cargas e de receptação de mercadorias, isto é muito nocivo para toda a sociedade”, frisou. Inclusive, mencionou que algumas operadoras de seguro estavam recomendando que as empresas transportadoras evitassem rotas que passassem pela região, para fugir dos meliantes.


Também, fizeram uso da palavra, durante a solenidade, o delegado Fábio Vilela, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia e o superintendente de Polícia Judiciária, Odair José Soares, na oportunidade, representando o diretor geral da corporação, João Carlos Gorski. Odair José salientou que a Direção Geral viu “com bons olhos” a iniciativa, em razão da alta demanda que Anápolis tem em relação ao combate de furto e roubo de cargas, por seu perfil econômico e localização geográfica. Além do que, observou, o Gepatri vai contribuir para desafogar, também, a grande demanda que é concentrada pela Delegacia Estadual Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas, a DECAR.


 


Anápolis tem cerca de 20 ocorrências por mês de furto e roubo de cargas


A criação do Grupo Especial de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio deve contribuir para a redução dos registros de furtos e roubos de cargas em Anápolis e região. Os números são alarmantes. Em média, ocorrem cerca de 20 crimes desta natureza por mês. E, este número pode ser maior, devido ao fato de que muitas ocorrências não chegam ao conhecimento das autoridades policiais. Um dos pontos críticos é a BR-153, sobretudo, no trecho de Anápolis até Jaraguá.


O Delegado de Polícia Daniel Nunes Guimarães, que foi indicado para assumir a titularidade do 7º DP e do Gepatri, informou que os agentes deverão passar por treinamentos específicos para atuarem nas ocorrências do Grupo, em especial, as relacionadas ao roubo de cargas. Esse treinamento, segundo ele, também contará com conhecimentos técnicos da Secretaria da Fazenda, no tocante ao cumprimento dos dispositivos legais que versam sobre a receptação de mercadorias furtadas e roubadas, que se tornou mais rígida, como uma das estratégias do programa ProCarga, que começou a ser desenvolvido no Estado no ano passado pela Secretaria de Segurança Pública e, este ano, chegou a Anápolis. “São ações integradas que vamos desenvolver, para combater este crime”, reforçou o delegado Daniel Nunes. O bacharel observou que as ações são desenvolvidas em conjunto com as demais forças de segurança, como a Polícia Rodoviária Federal; a Polícia Federal, a Polícia Militar e a própria Polícia Civil, num trabalho que envolve todo um aparato de inteligência.


Daniel Nunes observou que o Gepatri deve receber um reforço de contingente, já que atualmente conta, apenas, com três agentes. Inclusive, já houve esta sinalização durante a solenidade, por parte do representante da Diretoria Geral da Polícia Civil. “Nossa expectativa é poder desenvolver um bom trabalho, contando com os nossos parceiros e com a sociedade de Anápolis e região”, finalizou o delegado.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...