(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Escola Estadual funciona em situação precária

Cidade Comentários 19 de junho de 2015

Com pouco espaço, a escola não oferece sala para os professores, a diretoria funciona em pequeno espaço, não tem ambiente para recreação, nem para educação física e, muito menos biblioteca, salas de leituras ou laboratórios de informática e ciências


Não é novidade noticiar a dificuldade que existe no funcionamento da Escola Estadual “General Curado”, no setor Industrial Munir Calixto, região Sudeste em Anápolis. Mães estão tomando frente nas reivindicações para que haja uma intervenção por parte da Secretaria Estadual de Educação com o objetivo de se construir uma nova escola ou que se faça uma ampliação planejada para atender, com dignidade, os alunos que frequentam aquela unidade educacional. Segundo a mãe da aluna Norahia Carvalho Soares, do 6º ano, Sirléia de Carvalho Soares, as salas são feitas de placa, ficam muito quentes e, por causa da quantidade de alunos que aumenta todos os anos, os estudantes ficam em situação desconfortável. “É tenso e muito triste contar, apenas, com uma escola aqui na região e precisar deixar minha filha estudar em um ambiente que não oferece o mínimo de conforto para que ela tire proveito da escola. Não tem ventilador nas salas e o pior: não tem espaço, nem mesmo, para o recreio os alunos. Eles vão até à cantina, apanham o lanche e voltam para a sala onde lancham e esperam o intervalo do recreio acabar.”


A instituição estadual de ensino atende, em média, a 1.300 alunos nos três períodos do dia, do 1º ao 9º anos com, apenas, nove salas. São alunos que vêm da comunidade rural de Nova Aliança (filhos de agricultores, sitiantes, fazendeiros e assemelhados) na região e que se deslocam para a escola; Jardim Esperança; Cidade Industrial; chácaras, Daiana I e II e setores próximos. A mãe da aluna Brenda Silva Lopes Vila Nova, do 1º ano, e do Gregori Silva Lopes Vila Nova, do 6º ano, Fátima Pereira da Silva Lopes Vila Nova, afirma que o 3º ano é lecionado, somente, no período noturno, devido à falta de salas nos dois outros turnos do dia pra atender aos alunos. “Muitos deles estão em casa porque não há vagas o suficiente para atender a real demanda. Ficamos com medo porque a maioria é menor de idade e o setor não oferece segurança. Os pais não ficam tranquilos com os filhos que estudam de noite”, justifica.


Já foi feito um abaixo assinado e as mães contam que foram à procura de algumas autoridades aparas tentarem a solução para o problema, mas, não obtiveram nenhuma resposta. A Igreja Católica Sagrada Família, através do padre está ajudando a escola para que ela, pelo menos, tenha condições de atender aos alunos matriculados este ano. Arlinda dos Santos, mão do João Vitor Oliveira Farias, do 9º, conta que a Igreja alugou uma área construída, próxima à escola para a Prefeitura Municipal desde janeiro de 2015 a fim de que os alunos possam ter um pouco de espaço. “O padre, está reformando o local alugado para poder melhor atender os nosso alunos do 6º ao 8º ano. O Estado nunca procura viabilizar a melhoria da infraestrutura da escola e a Prefeitura nunca nem os alugueis pagou para a Igreja”, afirmou a mulher.


Algumas famílias moram no setor há mais de 15 anos e afirmam que a Escola, sempre, atendeu de maneira arcaica e precária aos alunos daquela região. Cícera Rodrigues da Silva Alves, mãe da aluna Maria Heloisa Rodrigues Alves, do 6º ano, ressalta que o desgaste é muito grande por parte dos professores e dos alunos. “Os alunos não um local adequado para fazerem as aulas de Educação Física. O professor tem que se desdobrar para planejar tudo em um espaço muito pequeno, onde por vezes não aloja todos os alunos”, disse Cícera.


Em Anápolis existem 30 escolas estaduais, e a maioria se acha em péssimo estado de conservação.

Autor(a): Mariana Lourenço

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...