(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Escola Bom Samaritano dá exemplo de solidariedade com projeto social

Educação Comentários 31 de maro de 2017

Considerada uma das mais tradicionais unidades de ensino da Cidade, a Bom Samaritano vai realizar uma gincana para arrecadar alimentos e outros produtos para serem doados ao Abrigo que leva o mesmo nome e a outras entidades assistenciais


Reconhecida pela qualidade do seu ensino educacional, pelos cuidados para com a disciplina escolar, pelo respeito de seus alunos aos professores e funcionários e pelo zelo que eles têm com o patrimônio escolar e, ainda, por despertar o espírito de solidariedade no socorro aos mais necessitados, os estudantes da Escola Bom Samaritano estão dando outro exemplo de generosidade, com a realização de uma gincana com o tema “Amor em Ação”, lançada no dia 23 de março.
A gincana integra as comemorações dos 48 anos de fundação desta tradicional unidade de ensino, que funciona na Avenida Goiás 2.586, no Jardim Petrópolis, hoje conveniada com a Secretaria Estadual de Educação, através de um contrato com vigência até julho deste ano. “Nossa luta é manter esse convênio com o Estado, para que a Escola não enfrente dificuldade para continuar funcionando e desenvolver também o trabalho social que ela realiza, em benefício de entidades assistenciais que cuidam de crianças e de pessoas carentes”, disse o presidente da Associação Bom Samaritano William (Bill) Baird Fanstone, entidade mantenedora do prédio onde funciona a escola.
Ele lembrou que, hoje, a unidade oferece apenas o ensino fundamental (do 6º ao 9º ano), em um único turno, depois que a Prefeitura de Anápolis não renovou um convênio com a Associação, que viabilizava, no mesmo local, o funcionamento de uma escola municipal conveniada, que oferecia ensino do 1º ao 5º ano. “Infelizmente, esse convênio com o Município não foi renovado pela administração passada”, lamenta Bill Fanstone.
Ele acredita, porém, que a Secretaria Estadual de Educação irá renovar o convênio que viabiliza o funcionamento da Escola Estadual pelos seus reconhecidos méritos educacionais, pela sua longa e histórica tradição e pela grande demanda por vagas e, ainda, pelo grande apoio e reconhecimento que tem da comunidade do Jardim Petrópolis e bairros adjacentes. Hoje, a escola funciona com, apenas, 278 alunos e se destaca, também, pelo trabalho devocional que desenvolve entre os estudantes.

ALUNOS SE MOBILIZAM E REALIZAM UMA GINCANA DO BEM
Além de integrar alunos, servidores e a comunidade, promover recreação, despertar o espírito de competição sadio e a conscientização do zelo para com o patrimônio escolar, a gincana Amor em Ação enfatiza, sobretudo, a solidariedade e a generosidade ao dedicar a maior parte do que será arrecadado ao Albergue Bom Samaritano com vistas ao suprimento de suas necessidades. Mantido, igualmente, pela Associação Bom Samaritano, há mais de 50 anos o Albergue desenvolve em Anápolis um importante trabalho social, acolhendo pessoas com vários tipos de problemas e também aquelas que passam pela Cidade e não têm condições financeiras para pagar hospedagem, comida e, até para tomar banho
Ele tem capacidade para acolher 20 homens e seis mulheres pelo período máximo de uma semana, mas em época de grande demanda, o número de pessoas acolhidas é, ainda, maior, por conta da capacidade de improvisação de sua direção. No local, as pessoas acolhidas recebem café reforçado pela manhã, jantar e hospedagem com direito a banho.
“Os alunos se sensibilizaram com as suas dificuldades financeiras, acolhendo o Albergue para ajudá-lo no trabalho social que eles desenvolvem”, disse Bill Fanstone revelando que muitos produtos alimentícios já foram arrecadados, principalmente arroz; feijão; óleo, café e leite. A diretora Karine Pedatella Silva, há treze anos trabalhando na Escola, acrescentou que outros produtos também estão sendo arrecadados pelos alunos como roupas, calçados, agasalhos e brinquedos que serão doados, juntamente com parte de produtos alimentícios, a outras instituições sociais ao final de gincana.
Ela explicou que esta gincana se enquadra nos preceitos da Escola, ao justificar que juntamente como ensino regular tem, também, a preocupação de despertar e estimular o espírito de solidariedade e de generosidade entre os alunos, no socorro aos necessitados. “E, eles têm consciência nas necessidades do Albergue Bom Samaritano e de outras instituições sociais”, acrescentou Karine Pedatella. Ela revelou, ainda, que, além da arrecadação de gêneros alimentícios e outros produtos, a gincana tem o objetivo de estimular o desenvolvimento dos pilares da educação, aprender a conviver, a fazer, a pensar, conhecer, empreender e a transcender.
Além da tarefa de arrecadar, os alunos serão submetidos a provas de conhecimentos gerais com perguntas sobre as disciplinas escolares e sobre temas da atualidade, provas relâmpagos, provas especiais e atividades com torcidas organizadas e trabalhos de manutenção e de limpeza das salas de aulas. Além destas tarefas, cada equipe terá que produzir uma letra de música para concorrer ao hino oficial da escola. Vencem a competição, as duas equipes que somarem o maior número de pontos, respectivamente em primeiro e segundo lugares.
Reconhecida pela qualidade do seu ensino educacional, pelos cuidados para com a disciplina escolar, pelo respeito de seus alunos aos professores e funcionários e pelo zelo que eles têm com o patrimônio escolar e, ainda, por despertar o espírito de solidariedade no socorro aos mais necessitados, os estudantes da Escola Bom Samaritano estão dando outro exemplo de generosidade, com a realização de uma gincana com o tema “Amor em Ação”, lançada no dia 23 de março.
A gincana integra as comemorações dos 48 anos de fundação desta tradicional unidade de ensino, que funciona na Avenida Goiás 2.586, no Jardim Petrópolis, hoje conveniada com a Secretaria Estadual de Educação, através de um contrato com vigência até julho deste ano. “Nossa luta é manter esse convênio com o Estado, para que a Escola não enfrente dificuldade para continuar funcionando e desenvolver também o trabalho social que ela realiza, em benefício de entidades assistenciais que cuidam de crianças e de pessoas carentes”, disse o presidente da Associação Bom Samaritano William (Bill) Baird Fanstone, entidade mantenedora do prédio onde funciona a escola.
Ele lembrou que, hoje, a unidade oferece apenas o ensino fundamental (do 6º ao 9º ano), em um único turno, depois que a Prefeitura de Anápolis não renovou um convênio com a Associação, que viabilizava, no mesmo local, o funcionamento de uma escola municipal conveniada, que oferecia ensino do 1º ao 5º ano. “Infelizmente, esse convênio com o Município não foi renovado pela administração passada”, lamenta Bill Fanstone.
Ele acredita, porém, que a Secretaria Estadual de Educação irá renovar o convênio que viabiliza o funcionamento da Escola Estadual pelos seus reconhecidos méritos educacionais, pela sua longa e histórica tradição e pela grande demanda por vagas e, ainda, pelo grande apoio e reconhecimento que tem da comunidade do Jardim Petrópolis e bairros adjacentes. Hoje, a escola funciona com, apenas, 278 alunos e se destaca, também, pelo trabalho devocional que desenvolve entre os estudantes.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Câmpus do IFG Anápolis tem nova diretora eleita

30/11/2017

A Comissão Eleitoral Central publicou no final da noite desta quarta-feira, 29, o resultado preliminar da eleição para dir...

Associação Educativa Evangélica celebra os 500 anos da Reforma Protestante

03/11/2017

Serão necessários mais 500 anos para que as futuras gerações tenham a noção da importância da celebração realizada n...

Saúde na Escola atende a quase 40 mil estudantes

20/10/2017

A Prefeitura de Anápolis, em parceria com o Governo Federal, está desenvolvendo o Programa de Saúde na Escola (PSE), um co...

Oficinas gratuitas oferecidas no programa Semana Cidadã

06/10/2017

A 1ª edição da Semana Cidadã, uma parceria entre a UniEVANGÉLICA e a Prefeitura Municipal de Anápolis, através da Secr...