(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Equipe de Roberto Naves está definida. Falta anúncio oficial

Política Comentários 23 de dezembro de 2016

Prefeito eleito toma posse dia 1º e, no mesmo dia, deve também empossar os auxiliares do primeiro escalão do Governo Municipal


A administração do Prefeito eleito Roberto Naves (PTB) já tem praticamente pronta a formação do secretariado que irá ajudá-lo na tarefa de governar a Cidade nos próximos quatro anos. O novo chefe do Executivo anapolino será empossado no dia 1º de janeiro próximo, pela manhã, assim que ocorrer a posse dos vereadores e a eleição dos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal. Os dois atos vão acontecer no Teatro Municipal, a partir das 9 horas.
O anúncio ainda não é oficial, mas os nomes já circulam pela imprensa e são dados quase como certos. Um deles, o próprio Roberto fez questão de antecipar: o advogado Antônio Heli de Oliveira, para ficar à frente da Procuradoria Geral do Município.
Para as demais pastas, os nomes que já foram revelados na imprensa são: Luiza Cordeiro, que é ligada ao PTB e deve assumir a área da Saúde. Ela ocupou a secretaria de Recursos Humanos na gestão de João Gomes (PT). Geraldo Lino, deve comandar a Pasta da Fazenda e é também da cota do PTB. Ele também passou pela atual Administração, na área de Planejamento. O partido tem ainda Alex Martins, que deverá ocupar a Secretaria de Educação. Na gestão petista, ele comandou a Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT).
A Pasta de Desenvolvimento Econômico deve ficar sob a batuta do empresário e jornalista Vander Lúcio Barbosa, que é do PTN. Já a Secretaria de Cultura terá à frente um nome ligado ao PSDB, Erivélson Borges. O PV deve estar representado no Governo Municipal pelo advogado e empresário Victor Emanuel Ribeiro. Na Pasta de Meio Ambiente, o cargo deve ficar com Daniel Fortes, que atuou na gestão petista como Diretor de Obras. E, na Secretaria Municipal de Obras, Serviços Humanos e Habitação, o indicado é Vinícius (não tivemos ainda acesso aos seus dados completos). Na Pasta de Planejamento, deve assumir Igor Santos Nascimento, que foi diretor da Conab, por onde também passou o Prefeito eleito Roberto Naves.
A chefia de Gabinete deve ser ocupada por Gérson Fallacci, ex-Vereador e ex-Presidente da Câmara Municipal, hoje ligado ao PRB. A Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT) deve ficar com Carlos César Toledo, que pertence ao Democratas. Valeriano Abreu, do PSC, deve voltar ao Procon, cargo que ocupou na gestão de João Gomes. Mas, é provável que o órgão perca o status de secretaria. Para o Instituto de Seguridade Social de Anápolis (ISSA), o nome seria de Rodolfo Valentine, que também atuou na gestão de João Gomes na área de Recursos Humanos. A área de Comunicação Social deverá ser comandada pelo radialista Nilson Souza, ligado ao PSL e a assessoria especial deve ser ocupada por Cassali Júnior.
A posse do secretariado, provavelmente, deverá ocorrer no dia 1º de janeiro. O atual Prefeito, João Gomes, antecipou que pretende participar do ato de passagem do cargo.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Nova estrutura administrativa entra na pauta de sessão extra na Câmara

17/01/2019

Nesta sexta-feira, 18, a Câmara Municipal se reúne em sessão extraordinária, para a apreciação de 10 projetos que trami...

Mudanças na equipe no início da segunda metade do governo

17/01/2019

Na segunda parte de seu mandato, o Prefeito Roberto Naves está promovendo uma série de mudanças na estrutura da máquina a...

Núcleo de assessoria é a principal novidade da Reforma Administrativa

17/01/2019

Uma das principais mudanças na estrutura da Administração Municipal, a criação de um núcleo composto por seis assessori...

Situação fiscal do Estado provoca embate entre Caiado e Marconi

10/01/2019

A situação fiscal de Goiás tem elevado o tom do debate entre o atual Governador, Ronaldo Caiado (DEM) e o ex-Governador Ma...