(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Enviar SMS ao volante aumenta em 23 vezes o risco de acidente

Tecnologia Comentários 24 de junho de 2010

Enviar mensagens de texto (SMS) ao dirigir, embora pareça algo relacionado aos jovens, é mais comum entre os adultos.


Enviar mensagens de texto (SMS) ao dirigir, embora pareça algo relacionado aos jovens, é mais comum entre os adultos. É o que afirma uma pesquisa da Pew Research Center. O estudo também atesta que os mais velhos costumam falar no celular ao volante até mais que os adolescentes.
Os números impressionam: 47% dos adultos que costumam enviar mensagens, ou 27% do total, o fazem na direção, e 74% falam no celular. Esse índice cai para 34%, 26% do total, e 52%, respectivamente, no caso dos adolescentes (menores de 18 anos). É importante ressaltar que os entrevistados eram todos dos Estados Unidos, país no qual a idade mínima para tirar a carteira de motorista é de 16 anos.
A negligência, logicamente, não causa danos apenas ao motorista: 17% dos pesquisados admitiram já ter atingido objetos, ou mesmo pessoas, enquanto falavam no celular ou enviavam mensagens.
Outro estudo, de 2009, coordenado pela Virginia Tech Transporation Unit, revelou que pessoas que enviam SMS enquanto dirigem correm um risco 23 vezes maior que motoristas que não têm esse costume. A conclusão é que qualquer atividade que desvia os olhos do condutor para o celular, como ler um texto no aparelho ou digitar um número, é muito mais perigosa que usar o dispositivo simplesmente para conversar.
Atualmente, dos 50 estados americanos, 28, mais Washington DC, possuem uma lei específica que proíbe a leitura e o envio de mensagem de textos. Até o presidente Obama insistiu a todos empregados do Governo que cumpram tal lei, independentemente da região onde estiverem, e principalmente ao dirigirem veículos oficiais.
No Brasil, por outro lado, não há uma lei que verse especificamente sobre o uso de celular na direção, muito menos quanto ao envio de mensagens de texto. O que torna a prática proibitiva é o Artigo 252, que prevê multa de 85 reais, em média, e quatro pontos na carteira, a quem dirigir “com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo”.

Autor(a): Everthon Daer

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Tecnologia

Simulador é atração da Semana Nacional de Trânsito

14/09/2018

Um simulador de impacto será uma das principais atrações da Semana Nacional de Trânsito, a ser realizada entre os dias 18...

Acadêmicos da UniEVANGÉLICA apresentam projetos promissores

03/08/2018

Em sintonia com a visão da UniEVANGÉLICA de investir em desenvolvimento tecnológico e ampliar a produção de conhecimento...

Audiência debaterá sobre antenas

13/04/2018

As mudanças no regulamento para a instalação de antenas de telecomunicação no Município é o tema de uma audiência age...

Município vai ter a maior usina fotovoltaica urbana do Brasil

22/03/2018

O Município de Anápolis será referência no Brasil na produção de energia fotovoltaica, sistema que converte a luz natur...